Vítor Gaspar, o cábula mentiroso

Ontem li a do dom de deus mas nem reparei nesta afirmação:

Não temos pressa e a história garante que venceremos a crise.

Que ele não tenha pressa, compreendi-te, está na zona de conforto, não conta os tostões para ir ao médico nem os subtrai para fazer a sopa do desempregado.

Agora essa garantia da História, que toca cá para os meus lados, merecia que ele explicasse quando, onde e em que regime político uma crise desta envergadura foi vencida com a receita da austeridade, da privatização e do desemprego. Ele ou quem quer que seja. O cábula mentiroso não confessa a ignorância, afirma-a como verdade. A menos que se trate da história da carochinha, entendi-te.

Comments


  1. ontem li a o dom de deus?

    isto do acordo orthógrafo con funde-me…..a o?

  2. joao says:

    Confesso que não tenho paciência para ouvir ou ler o que o ministro das finanças diz ou escreve.

    E não é problema meu, pelo que fico mais descansado.

  3. joao says:

    Do O Estado sou Eu passamos para A História sou EU


  4. A histéria sou eu?

    isso nã é um livro sou aristo?

  5. marai celeste ramos says:

    Tenho de dar razão à ministra que tem fé em abril águas mil – tenho fé que Gaspar seja um “Enviado” guiado pela estrela de “Belém”

  6. Pedro says:

    mais 1 palhaço. votaram nele, aguentem-no


  7. Há sempre uma saída; assim de repente, a guerra e a aniquilação já foi saída para muitas crises de tamanho igual.


  8. Caro Pedro, as virtudes deste sistema eleitoral permitem que tenhamos todos que o aguentar mesmo que ninguém tenha votado nele… que nem a votos foi.


  9. Tudo concentrado no Vitor Gaspar!

    Quando sair, cair, quem é responsabilizado, quem é?

    Pois. Não é, pois não? Ausenta-se e vai andar por aí…..

  10. MAGRIÇO says:

    Por acaso também ouvi essa tirada filosófica e nem queria acreditar! Este é, sem a menor dúvida, um governo sem sentido de estado, que declaradamente é contra os interesses de Portugal e dos portugueses, sem um mínimo de solidariedade social e para quem todos os meios são bons para ir ao pote até dos mais necessitados. “Ele” bem avisou!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.