A função pública que pague a crise

Voltou a mentira dos salários da Função Pública e do Sector Privado, negada por Manuela Ferreira Leite e por um estudo, que continua escondido, da Capgemini.

É rotina.

Acrescenta-se a teoria de que os funcionários públicos não podem ser despedidos. Curiosamente o não despedimento de  100 000 funcionários foi justificado com as indemnizações que teriam de ser pagas, logo o problema não é não se poder despedir, sendo verdade que o estado não pode recorrer ao expediente de declarar falência para abrir a mesma chafarica com outro nome, esse clássico do empreendedorismo nacional. Numa altura em que a subcontratação de enfermeiros, médicos e professores passou a regra (para pagar a empresas privadas há sempre dinheiro), esta conversa de treta roça o ridículo.

Ah, e a ADSE, como se a sua função neste momento não fosse a de subsidiar os negociantes da saúde…

Tudo isto porque, dizem, não há dinheiro. É por não haver dinheiros que as PPP’s seguem de vento em popa, grande parte da economia real escapa aos impostos e as grandes fortunas não são taxadas. Mas isto é paleio. Assaltar os salários dos funcionários públicos ou despedi-los é que está a dar.

Comments


  1. Ainda bem que concorda com o fim da ADSE


  2. O senhor que passa a vida a comentar, eu nem sei se isso é trabalho de profissão quando num panfletário, esquece-se de que os reformados deixaram de receber os subsidios de ferias e natal!
    Só refere os funcionarios publicos agora cerceados das suas mordomias quase até à presente data, sem calculo de reforma pois é pelo ultimo valor e quantos com uma promoção à saida, nós reformados, pelo valor pelos 80% tambem cerceados dos mesmos subsidios!
    Aumente a sua cultura geral quando se mete em assuntos alheios pois que a cultura que mostra é curta!


  3. Ainda bem que concordam com o fim da ADSE…

  4. maria celeste ramos says:

    Acabar com a ADSE que beneficia a maioria dos portugueses incluindo “os magalhães” que bem sabem aproveitar o melhor do Estado (incluindo cirurgias), ou será que emburreci de tal forma que nem já sei ler nem interpretar as frases dos “magalhães-aventares” ??? E já agora, será que os “magalhães” usam o IPO e pagam mais do que os “outros” que têm direito à ADSE ? expliquem-me para não morrer mais ignorante do que quando nasci

  5. Margarida Alegria says:

    Parabéns pelo texto JJCardoso, embora os troca-tintas habituais já desviem o seu centro para o caso da ADSE.
    Sim pois já aí anda a manipulação para fazer crer que a ADSE é um “privilégio” dos F Públicos e que ela é quye está a destruir os hospitais públicos! Boa manobra nos OCSockal, como há umas semanas na “Visão”.
    A ADSE tem provisões vindas dos descontos nos sal+arios, como teria um seguro de saúde. Se os privados estão a enriquecer com isso, é porque fica mais barato aos beneficiários de ADSE )e mais rápido) ir a esses hospitais e ser atendido. E porquê? Não devido à ADSE mas ao Min istério que está atudo fazer para destruir o SNS, nomeadamente tornando as taxas moderadoras mais caras (quase o dobro( do que as que são pagas nos privados. São esquemas para torna obsoleta a ADSE e afins e vir a colocar o futuro da saúde nas mãos do BES e seguradoras.IE estas não se compadecem de negar seguros a velhinhos, doentes crónicos e os mais desprotegidos. ou seja, tomamos o caminho inverso dos EUA.
    Quanto ao post, mais uma vez se acirra portugueses uns contra os outros /privados e F, público( e muitoa caem na esparrela, esquecendo que a inominável comunicação de PPC, à porta do Lá Feria, foi para agora mais uma vez arranjar bodes expiatórios para a “inevitabilidade” de mais medidas de austeridade: os malandros do TC, os pertidos que pediram a fidcalização e os F Públicos, que não se deram por felizes em serem o cordeiro sacrificado pelo povo, como se gente que trabalha fossem uma “despeda” e não uma fonte de riqueza para o país!
    Os spin doctors já andam portanto a manipular a verdad, nomeadamente sobre essas falsas comparações entre salários dos dois sectores.
    O diabo que os carregue, que enquanto fazem isso, outros países negoceiam os prazos e as medidas da troika com mais inteligência que os nossos tristes desgovernantes!

  6. edgar says:

    “Plano da troika piora desigualdades, ameaça impostos e faz subir juros”
    http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Artigo/CIECO051992.html


  7. Alguém já ouviu falar na palavra “história”?
    É que nem é preciso recuar a um passado assim tão longínquo do qual já só restem fósseis!
    Basta recuar uns 20/30 anos, e em alguns casos bem menos, para que as evidências de que o FMI (e Banco Mundial) não é mais que um agiota ao serviços das 8 Famílias Dominantes das Sociedades Ocidentais, entrem pelos olhos adentro e rebentem a massa encefálica…
    Mas deixem lá estas misérias… o que é preciso é FESTAS E DISTRACÇÕES!
    Estão aí os Jogos Olímpicos, e a nossa ambição tem o perfeito agente para a publicidade!E não há olímpicos sem FESTA… Portuga sem festas!?!? NÃO PODE…Depois ainda há os festivais de música, para alegrar a TRISTE ALMA DO PORTUGA!Vamos lá a ver:Amplifest 2012, Azurara Beach Party 2012, Barco Rock Fest 2012, Bons Sons 2012, Boom Festival 2012, Cascais Music Festival 2012, CoolJazz Fest 2012 Ecos da Terra 2012, Entremuralhas 2012, Festa do Avante 2012, Festival Azure 2012, Festival do Crato 2012, Festival Med 2012, Festival Para Gente Sentada 2012, FMM Sines 2012, Funchal Music Fest – Live 2012, Intercéltico de Sendim 2012, Jazz em Agosto 2012, Jurassic Club Fest 2012, Maré de Agosto 2012, Marés Vivas 2012, Mêda +, Milhões de Festa 2012,Monte Verde Festival, Musa Cascais 2012, NeoPop Festival 2012, Noites Ritual 2012, Optimus Alive 2012, Optimus Primavera Sound 2012, Paredes de Coura 2012, Positive Vibes 2012, Remember Cascais, Rock in Rio Lisboa 2012, Rock na Vila 2012, Somfest 2012, Sons do Mar 2012, Sudoeste TMN 2012, Sumol Summer Fest 2012, Super Bock Super Rock 2012, Surf at Night 2012, SWR Barroselas Metalfest XV, Vagos Open Air 2012, Vodafone Mexe Fest 2012…
    Pagar a CRISE? Quem?!? Enquanto se dividem os ESCRAVOS, que “trabalham” no público e no privado, os donos de Portugal continuam na RICA VIDA!

  8. Miguel says:

    Eu até gosto de ver as minhas tias, todas FPs, reformadas aos 50 anos. É uma família feliz.


    • Reforma aos 50 anos? mentir é feio…

    • Maria Reeves says:

      os funcionários públicos são o bode expiatório da incompetência de uma política feita contra os funcionários públicos, nomeadamente na comunicação social e já agora da má fama que interessa, aos políticos de meia-tigela com cursos feitos aos domingos e feitos em um ano…esses é que são responsáveis pela estrondosa Despesa., mas como é muito fácil falar da função pública!!!! não percebo, gestores a auferir salários astronómicos, não criticam, reformas milionários de gestores de bancos, não criticam…quando a Ministra Assunção Cristas do CDS-PP se desloca ao Brasil para uma Cimeira e consigo leva uma comitiva de 20 pessoas e essa despesa custa ao contribuinte incluindo, funcionários públicos e privados €40.000 euros, ninguém critica…Ouçam lá…sou funcionária pública e o meu ordenado é de € 600.00 e ainda falam da função pública, ó meus amigos façam me o favor…prestem mais atenção ao Governo e ao Presidente da República e uma panóplia de “abutres” e deixem lá os funcionários públicos por que enquanto vão cortando na função pública o dinheirinho…ainda vai sendo canalizado para a segurança social ,subsídio de desemprego, RSI, entre outras invenções quaisquer, e quem é do privado vai tendo as suas benessesinhas, enquanto os cortes no sector público…vai direitinho ainda encher mais os bolsos dos vossos patrões, para passarem fins de semana em Aspen,na Suiça, fins de ano nos Resort’s mais caros do Brasil…Meus amigos abram os olhos a função pública já foi chão que deu uva, o que está a dar e “matar” o funcionário público porque tem culpa de quê??? da gestão danosa do BPN, dos tachos dos antigos ministros do PS e PSD, das mordomias que sai do bolso do funcionário público e do privado , dos ex-presidentes da república que já deixaram de xercer funções de representação do Estado Português???ESSES É QUEM DEVEM PAGAR A CRISE!!! ACORDEMMMMMMMM….

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.