Oásis Lixados

Objectivamente, estamos cada vez mais pobres, nós, cidadãos desempregados ou chulados e lixados de pura exploração. Nós, que não somos assessores governamentais. Nós, que não temos vinte e quatro anos de idade, portanto uma ‘enorme’ experiência, que justifiquem vencimentos mensais brutos a roçar os 5069,34 euros, no Ministério da Economia. Mas, vá lá, no meio deste fosso, há algumas empresas públicas, e mesmo a Galp do Amorim, que estão a comportar-se maravilhosamente, com resultados operacionais positivos, fazendo justiça ao princípio exigido externamente [Troyka] e pelo Governo de que tais empresas têm de ser equilibradas. Claro que estas boas notícias não vão salvar-nos da cruz dívida, madeiro a que a política, essa rameira [amiguista, dos tachos, das cunhas, dos jeitinhos, dos favores], nos pregou por muito e bom tempo, como no-lo recorda Pedro Santos Guerreiro«Os casos de resultados operacionais positivos têm sido aqui amiúde destacados, como o da Carris e o dos STCP. O problema é a dívida. Porque foi com dívida que, ano após ano, se tapou o desequilíbrio operacional e o fluxo de investimento, muitas vezes desnecessário ou ruinoso na sua execução, com derrapagens intoleráveis, mas toleradas. A dívida “em armazém” é gigante e é um problema do Estado. A dívida alegremente contraída será tristemente paga por nós.»

Comments

  1. Amadeu says:

    A troika só se refere às empresas públicas, homem.
    Meter no mesmo saco a Galp (100% privada) e a Carris e STCP ( 100% públicas) é inaudito.

    Uma boa parte dos 57% de aumento de lucro da Galp saem-nos do bolso.
    178 milhões de euros, em 6 meses, a dividir por 10 milhões de portugueses dá … é fazer as contas.

    • palavrossavrvs says:

      Não quis compartimentar porque megapólios e estruturas hegemónicas redundam nesta exploração a que nos votam.

  2. maria celeste ramos says:

    Mas desses 10 milhões retirem os ladrões que levam o que nos pertence e são os ricos (alguns entre os 100 mais ricos do mundo) – não são muitos em % os 10 milhões mas conseguem engordar milgalha a migalha como as galinhas – o que me tiraram daria para alguém que nada tem, ter ao menos metade do ordenado mínino e não ser, como ontem, despejado de sua casa-barraca que lhe deitaram abaixo na Brandoa que era dos bairros mais humanos de Lisboa e tal que nem sequer era caos urbano pois que até vi um arqtº de renome fazer na TV entrevista mostrando com desenhos, como estava inteligente o traçar de ruas e quarteirôes, talvez mais inteligentes do que os beirros feitos pelo INH/IHRU para o programa PER – porque as pessoas não são burras e têm o mesmo enoma dos decisores e mandantes – temos todos a mesma semente mas que como com as plantas, podem virar “chochas” e perder a capacidade germinativa a não ser como as das plantas daninhas que é fundamental erradicar – governo vai legalizar apostas desportivas e corridas de cavalos e poker – acho que sim pois é só o que falta de dinheiro ganho “por acaso” – a troika concorda mas quer entidade reguladora – – Sic faz viagem até ao algarve e ver como e quanto se poupa nas estradas nacionais – mas o enº amaral e cavaquista ocupou e delapidou milhares de km de EN para substituir opor IP em vez de ter feito sistema viário de velocidade separado como em qualquer pa+is que é paaís e não este antro de ignorantes – mas ao menos poderemoa compar melancia e melão à beira do aminho como já foi e era bonito de ver e parar e comprar, e não os tomates dos filipes e fruta de agroquímicos castelhanos ou as alfaces que vêm a India e sei lá de onde – talvez do Gana onde se cultivam alfaces e mramgos para os mercados europeus – que mixórdia ecológica – e passava-se e paravava-se em Canal Caveira, paragem obrigatória onde fiz um belo projecto que dava para parar e beber café e até comer o lanche da viagem em pic nic sem ter de deixar o lixo no local e os meninos podiam brincar e os carros tinham belo estacionamento coberto – e pode-se visitar a Mina de Lousal e perceber o que é extracção mineira e a paisagem industrial e didática e ver a estação arqueológica e a diferença de 4 km sem bichas – da Vasco da Gama al algarve passeia-se e o carro tem travão e não apenas aelerador e conhece-se o país e nas IP não se vê nada – é só andar em paisagem sem paisagem e não se vêm os malmequeres e mais e alcachofras e passarocos – Mourinho está ais patriora recebe prémio em Lisboa – e feliz por apesar de longe do país ser sempre aqui reconhecido e cada vez ais é adepto da Selecção e diz que não se pode comprar jogadores pis que devem ser “feitos” – 1ª confª de imprensa da época – ora bem

  3. maria celeste ramos says:

    Discoteca Seven de Ronaldo e só com 4 semanas, é ilegal onde a SIC fez a sua festa – por concorrência desleal e que só em 4 semanas absorve todos os turistas e não investem no algarve – o Centro de recuperação do Lynce Ibérico em Mafra corre o risco de fechar e já nasceram 3 crias de 17 ha – tem 25 anos e o proprietário mundou de ideias e já não “empresta e quer 26 mil euros – Indiegogo e Naturlink são as NGO que aí trabalham – mas para este governo o Lynce não interessa para nada – prefrem o eucalipto e o FOGO – mas o Lobo ibérico em extinção e há anos em recuperação – e relembro o biólogo espanhol Lafuente que começou esta maratona – mas – o que interessa é o eucalipto e a celulose e a destruila~do solo do cliama e de tudo pois ecologia e ordenamento vê-se com o fogo que grasa, com os sem incêndários com desiquilíbrio psiquico – pois é e 600 empregados dos estaleiros navais que deram lugar a peça de teatro (são 16 dos 600) – à espera de godot – estão há 3 anos sem trabalhar – pais também à espera de Godot – a quem interessa fechar o país ?? – vão repravitazar – para talvez a xina comprar e levar – criminosos

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.