Azulejos portugueses em Buenos Aires

Como chego a um livro?

Neste caso, foi através do Ípsilon (suplemento do Público, 3/8). Últimas Notícias do Sul é o mais recente livro de um dos meus escritores preferidos, o chileno Luis Sepúlveda.

O que tem isto a ver com azulejos portugueses?

Um só livro leva-nos a muitos lugares… Embora Sepúlveda e o seu amigo argentino, o fotógrafo Daniel Mordzinski, tenham feito uma viagem ao Sul do mundo, a partir do paralelo 42º, a verdade é que na Argentina, mais concretamente em Buenos Aires, podemos encontrar algo português, como é o caso dos azulejos!

No segundo capítulo, retrata essa cidade “a mais vital da América Latina” e também o “lugar onde se encontram os irmãos”.

A páginas tantas, Sepúlveda vai à estação do Retiro, onde os

delicados azulejos da nave central falavam de longas viagens (…) os emigrantes chegados de todos os confins para construir uma obra monumental chamada Argentina. (…) Nos painéis, exibiam-se mapas ferroviários, uma reprodução do catálogo da firma inglesa que forneceu as loiças de Málaga e os azulejos portugueses.

A estação do Retiro está prestes a comemorar os 100 anos e há algo nela que é nosso. É uma alegria e um prazer enorme encontrar Portugal no estrangeiro e nos livros de autores estrangeiros!

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Pois eu também li Spúlveda mas nunca fui à Argentina – e Buenos Aires já foi denominada a Paris das américas do Sul – mas fui ao México e adorei a visita a Chochimilco (sítio de flores) com barcos pintados que pareciam os da Ria de Aveiro e visitei as Pirâmides do Sol e a da Lua (que tinham acabado de ser “desenterrads- como visitei todas as cidades do Brasil incluindo Brasília 2 vezes com 10 anos de diferença e se na 1ª vez ainda estava em construção e não havia nem árvores nem flores nem crianças, dez anos depois já era uma verdadeira Cidade, que adorei claro – adoro viajar pelo mundo – excepto ásia, mas puz lá um pé, em Istanbul e corri toda a Turquia e Istambul é para mim a Liboa do Oriente – pois é pensar e ler e ler e pensar e ler e aprender e aprender e dar e comunicar e etc é muito bom e bonito

  2. maria celeste ramos says:

    Mas gostava de fazer um interrail que acabo de ver a partida de Santa Apolónia e muitos adolescentes a apanhar o combóio – nunca fiz interrail mas não me importava – viajar é sentir – sentir com todas as emoções e as paisagens são textos legíveis

  3. maria celeste ramos says:

    Num país desgraçado se sem se queixa e faz greve e tem todas as razões num pais de cócoras não sei como é que se faz greve de transportes no veráo quando há tanto turismo e portugueses que qurem sair – é igual a grave selvagem e os grevistas não têm que ser tão ordinários como os governantes e já sabem que não ganham nada assim – podiam e deviam ser mais inteligentes do que os que nos tramam pois que com tal gente estamos sempre tramados – parece que há sindicatos pouco “inteligentes” e em vez de estalada no governo dão-na em si mesmos – Pena – e quem queizer que volte a chamar-me reccionária pois há uns comentadores idiotas que não me comovem nem ofendem – a falte de inteigência ofende-me muito mais – se querem outro país não é assim e os malvados até se riem e nunca ninguém os desaloja nem sabe como – Somos nós que tenhos de tomar conta do país e não eles e assim nem os pobres nem os velhos ganham nada – ainda hoje falei com vizinho e colega que nem vai para a sua casa do algarve pois tem que visitar velhos que vivem em 3º andar sem escada, estão alguns acamados e sem ter de comer e ele anda a pedir e fazer sacrifícios para ajudar – nem sabia eu que esse agrónomo vizinho fazia isto – mas há grevistas e grevistas – parecem os tipinhos da TAP que estão cagando para toda a gente e fazem greve porque é um DIREIO – o raio que os parta como se não houvesse mais ninguém sem direitos – mas não se revoltam pela VENDA a tostões da Tap que já foi considerada a melhor aérea do MUNDO – sabiam ?? mas para vender a TAP não se reoltam e até exigem uma % para eles – que merda de portugueses – não são portugueses são mercenários e esses sim, reaccionários – como ganham bem não têm mais inteligência para mais nada – ser cidadão com sentido de pátria e de colectivo não é o que vejo e oiço e leio – já basta a porcaria dos partidos e dos deputados mercenários de escritórios de advogados, profissão que domina na AR e nos Autarcas – IMI aumenta de 200 a 400 vezes – não fazem greve para isto ??? a tal inteligência que vai direccionada para a patetice – raio de portugueses (os que são pouco felizes no que fazem e dizem) – a taxa euribor caíu em valores históricos – mas vá lá os combustíveis tiveram quebra histórica – anda-se mais de transporte público – ainda há portugueses inteligentes e espero que a inteligência não tenha toda emigrado e que reste o suficiente

  4. maria celeste ramos says:

    Azulejos portugueses em Buenos Aires – não admira – também os vi em Ceuta e vi em Savannah (Georgia) uma verdadeira calçada à portuguesa em plos USA de pedra portuguesa que era usada como lastro nos navios que demandavam os USA e foram inteligentemente aproveitados para MOSTAR como é a calçada à portuguesa – não confundir com o vidraço (calçada de calcário e basalto com desenhos) – a calçada é de pedra arredondada difícil de andar nela com sapatos de salto de 10 cm – os americanos que conheci em Savanah tem orgulho naquela calçada portuguesa – só os portugueses não têm e cobrem-na com a porcaria do betuminoso para não fazer mal aos pneus e semi eixo dos TOPOS de GAMA – claro não interessa que haja inundações – o que é importante é dar conforto aos pópós – qye raio de pensamento de não pensar a 360º

  5. maria celeste ramos says:

    Agora os maços de tabaco não terá marcas nem logotipos nem nada – na ustrália – acho idiota já que há tabaco contrafeito e sem mais nada da responsabilidade das tabaqueiras as pessoas que qurem continuar a fumar fumam mesmo e as preocupações das Tabaqueiras dá-me vontade de rir pois aldrabam o tabaco com componentes gasosas viciantes (bem como nas pizzas) e preocupam-se e ninguém analisa o tabaco e os venenos e vêm agora “generosamente” retirar as siglas – hipocrisia – preocupados com a minha saúde ?? Então formem médicos e obriguem-nos a estudar e a não copiar nem trem numerus clausus para fingir que protegem não sei quê
    Bem o novo avião anda a 6 mil km/hora = 6 vezes a velocidade do som – o problema é que os pilotos de avião de guerra, supersónicos, estão em tribunal com os USA pois que têm problemas de sa+ude mental graves por terem de viajar horas com velocidade que lhes altera a capacidade de concentração
    Ainda me recordo do Concorde que chegou a vir a Lisboa e se estampo à saída de Paris e nunca mais houve nem concorde nem discorde – creio no entanto que estes novos supersónicos não são tripulados – e se avariaarem àquela velocidade se calhar em vez de cair arrazam os telados de cidade inteira com tal velocide se é que podem controlar algo a partir da terra
    Pois parecem os aviões não tripulados que os israelitas usam para matar palestinianos e controlam o alvo que qurem atingir +++ etc – claro que nunca mais se falou nisso – não convém
    Os espectáculos do CCB fechou para obras do grande auditório diz-se que por decisão de Mega Ferreira que não sei se se substitui ao novo Presidente (???) – eurodeputado que é contra o brasilês – ao menos alguém inteligente dos que têm voz – Festival BONS SONS em Tomar – viva o verão e tudo o que é cultural sem telenovelas de merda

  6. FALCÃO says:

    Grande Sepúlveda… preferido também cá por estas bandas!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.