Fundações 1 – Funcionários do estado 0

Cortes na função pública explicam dois terços da redução da despesa em 2012 (JNegócios)

Comments

  1. jorge fliscorno says:

    Outros resultados:
    * Trabalhadores por conta de outrem 0 – PPP 1
    * Pensionistas 0 – Reformas douradas 1
    * Classe média 0 – Deputados 1

    Outros resultados? Aceitam-se sugestões.

  2. Amadeu says:

    Bloco 1 – PCP 1
    CGTP 0 – UGT 0

    • jorge fliscorno says:

      Bem visto. É uma linha distinta. Surpreendeu-me o resultado das centrais sindicais.

      • Amadeu says:

        Vejo a CGTP com muita dificuldade em ultrapassar o sectarismo que foi a sua imagem de marca. Antes clamava pela unicidade sindical, hoje considera que representa a unidade sindical. Quando perguntaram ao Arménio Carlos se ia à manif de 15 de Setembro disse que não podia porque tinha uma reunião não sei onde. Ou são eles a organizar e enquadrar “as massas” ou então amuam.
        A UGT de vez em quando ladra mas não morde. João Proença hoje: “Fora a troika, abaixo o Governo: discordamos de uma coisa e da outra”
        http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=581839

  3. Fernando says:

    A CGTP – na minha opinião – não e’ uma central sindical. De braço-dado com o PCP ( they’re the same) são uma espécie de off shore onde parasitam oportunistas e ingénuos.
    Ambas as organizações dizem que o “povo” já abriu os olhos.
    Concordo. Mas abriu os olhos para os dois lados. Ou seja tanto vê a’ direita como vê a’ dita esquerda.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.