Eleições na Galiza e País Basco

Será que o PSOE segue o caminho do PASOK?

Comments


  1. Não está nada mal visto esse “Será que…”
    O resultado para o PSOE é muito sério, olhe-se por donde se olhe.
    No País Basco, os resultados falam amplamente de por si e de como há sociedades e sociedades. A dupla espanholista PSOE PP fica na cauda do mapa político.
    Na Galiza, Núñez Feijóo desfaz-se em gratidão ao “seu pobo” (tal for um país de arrastados), revive a Manuel Fraga (“sem Fraga isto não sería possível”, disse) e exalta a Mariano Rajoy. O nacionalismo do BNG levou um grande patadão no seu cerne. Em contrapartida, parece trazer alguma nova ilusão AGE (Alternativa Galega de Esquerda) com destaque para Xosé Manuel Beiras reaparecido com a sua digna extravagância: “Imos ser os espartanos e as espartanas que nas Termópilas pararam ao invasor”, disse.
    .

    • Maquiavel says:

      Revive a Fraga, ministro de Franco (outro galego) e perene fascista, exalta a Rajoy que enquanto ministro do Interior foi responsável pela vergonha do chapapote do Prestige (mais foi na terra dele) e pela falta de limpeza, tiveram que ser voluntários a limpar a porcaria–tudo porque näo deixou o Prestige entrar num porto fechado–que mesmo que conspurcasse era só o porto, e nunca as lindas rías galegas e seus animais e plantas–porque esperava que o Prestige rebentasse longe, e que as correntes levassem o chapapote para… Portugal.
      Os galegos… vê-se que säo da mesma cepa genética dos portugueses!


  2. Casualmente, aparece neste artigo que acabo de lêr, a ideia do João José acerca do PSOE e o PASOK:

    http://vientosur.info/spip/spip.php?article7302

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.