Dois em um e com BD e tudo

Percebo, finalmente, porque se referem sempre aos tais arruaceiros como “profissionais”. Pontaria, é só uma questão de pontaria. As pedras deles, pelo que parece, só acertaram na polícia enquanto que a polícia, bando de amadores, acertou em tudo o que mexia.

Todo o país viu? Não, senhor ministro. Uma pequena aldeia de Belém povoada por um irredutível freguês resiste ainda e sempre às ofensivas da comunicação social.

Comments

  1. Miguel says:

    Vejo que muita gente vê a polícia como um cão. Provoca, provoca, provoca para ver se o cão morde. Se morder é mau. Se não, já se sabe como são as crianças, voltam a provocar.

  2. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Todos em geral têm má memória e só se lembram do mundo de onteontem – é bem português – por isso até há os maiores criminosos e ladrões à solta – não fizeram crimes coitados e deixem-nos lá viver e apanhar o mesmo ar da rua em que vivo, mas malham nos que nem nome têm para justificar o aumento do salário e porque não gostam de ajuntamentos – mas já não conseguem aoanhar nem os brardos nem os ladroes de ourivesarias ou multibancos e os que molestam velhas a quen roubam o que não têm – viva as manifestações pacíficas para a polícia justificar a sua existência de gente formada em Escola Superior (aqui no meu bairro) e eficiente e que guardam a paz

  3. josé honório says:

    Que fraca atuação policial. Estratégia completamente errada mas intencional.

    Aqueles polícias, coitados, são na maioria broncos e limitados e só fazem os que lhes mandam ou o que lhes permitem. Até foi de estranhar terem aguentado tanto antes de começarem a malhar em tudo o que mexe.
    As chefias, que são também muito limitadas, à imagem dos seus subordinados, o que fizeram foi ordenar uma agressão coletiva, incluindo a idosos e deficientes e espalhar o caos e a desordem por toda a cidade em vez de manterem essa desordem contida em frente à AR. Tratou-se de uma manobra tática falhada, que nem sequer consta dos livros, que mereceria nota negativa em qualquer academia e que só serviu para reprimir a população e demovê-la de manifestações futuras

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.