As Gueixas de Sócrates e o seu Mulo Híbrido

gueixas de SócratesNão posso dar descanso ao tema que a tantos irrita eu aborde, não só porque tenho alívio e consolo nele, mas sobretudo porque as gueixas de Sócrates não dão descanso ao assunto. Dizem as gueixas de Sócrates que há uma reacção da Direita Portuguesa à figura patranhesca e piranhesca de José Sócrates. É falso. Há uma reacção transversal e vertical de rejeição a Sócrates. A Esquerda Portuguesa, prefigurada pela Igreja PCP, odeia Sócrates pelas políticas de Direita, pelo rapadorismo infrene dessa governação, por ter, em suma, criado todas as condições para o Pacto de Agressão, hostilizando os comunistas gratuitamente; o BE, esvaziado de bandeiras pelo hibridismo oportunista e rançoso dos gays e abortistas socratistas, odeia Sócrates por ter sido humilhado bastas vezes na caricatura em que, com Sócrates, consistiam os debates pesporrentes na Assembleia da República. Sócrates gritava mais alto. Sócrates era o mais histérico. Vencia debates após debates à conta do campeonato de decibéis. Louçã era atirado ao pó e à humilhação. Em resumo: as gueixas de Sócrates deveriam saber que todo o espectro político nacional com dois palmos de testa e um mínimo de honestidade intelectual e política abomina Sócrates por causa de Sócrates, para quem todos os fins justificavam os meios.

As gueixas de Sócrates, esquecidas do casamento trígamo que uniu Ricciardi, Salgado e Sócrates, juram a pés juntos que a Direita Portuguesa tem como pasquim ideológico e moral o Correio da Manhã. Falso. Neste momento, o Diário de Notícias, quase todos os jornais regionais e locais, o Jornal de Notícias, pegam com pinças e absoluta desconfiança cada uma das lixeiras curriculares de Sócrates, percurso negro que por muitos meses só o Correio da Manhã ousava denunciar, conforme a sua obrigação. Em resumo: não há nenhum órgão mediático ao serviço da Direita. Falar, aliás, de Direita Portuguesa, que não tem unidade nem projecto nem coesão nem coerência, é, como já escrevi, fazer peito a um ou vários moinhos de vento.

Mas as geixas de Sócrates não sossegam a piriquita, não dão paz à pachacha e atiram-se ao Presidente da República como nós, que não temos Direita nem Esquerda, nos atiramos a Sócrates. Para nós, Sócrates era a conspiração em pessoa. Conspirava contra todo e qualquer que levantasse cabelo e lhe fizesse frente. Perverteu dois actos eleitorais. Para as gueixas de Sócrates, Cavaco foi eleito pela Direita Portuguesa. E não terá sido o mesmo eleitorado imbecil que elegeu e reelegeu Sócrates?! Ou o eleitorado português é bipolar ou, para as gueixas de Sócrates, a Esquerda Portuguesa é Esquerda Portuguesa às Segundas, Quartas e Sextas, mas elege Cavaco aos Sábados e Domingos. As gueixas de Sócrates são imbecis e não se enxergam.

Para as gueixas de Sócrates, o dueto Passos-Relvas é muito diferente de Sócrates. Muito diferente. Isto é, não foi um percurso em tudo idêntico, pelas escadas favoritistas dos partidos, que os fez aos três. Mas as gueixas de Sócrates tem mais mitos: por exemplo, o grande mito de ter sido o mundo que se afundou na maior crise económica dos últimos 80 anos, seguida de imediato a maior crise da Zona Euro, que permitiu não apenas diabolizar Sócrates, mas também derrubá-lo. Portanto, a crise mundial e a crise do Euro, elas e só elas, derrubaram Sócrates, que a queda de Sócrates deveu-se à calúnia da Direita, aos que macularam o seu nome, aos que lhe assassinaram o carácter, e que isto é um ímpeto cujas raízes são biológicas, nasce do instinto de sobrevivência e é um exacto substituto da agressão física, como se as gueixas de Sócrates e o próprio Sócrates não tivessem acerrimamente passado seis anos através do Câmara Corporativa e outros a caluniar e a rebaixar adversários, a macular nomes e percursos, a assassinar o carácter dos adversários e opositores [as coisas que escreveram de Carrilho, de Henrique Neto e tantos outros], e que todo esse serviço sujo não é um ímpeto cujas raízes são biológicas, nasce do instinto de sobrevivência e é um exacto substituto da agressão física. As gueixas de Sócrates fizeram o mal e a caramunha, agrediram e espezinharam, mas estes comportamentos só são realmente graves se praticados pela Direita Portuguesa. As gueixas de Sócrates cantam a grande gesta de Sócrates agigantando o papel da Direita Portuguesa.

Se, de acordo com as gueixas de Sócrates, o que a Direita Portuguesa pretendia era a morte simbólica do adversário através da sua ostracização, não conseguiu. Não há pecado, nem deslealdade, nem currículo comissionista, nem decisão ruinosa, nem gestão danosa que possam pôr de uma vez por todas Sócrates e as suas gueixas fora de combate. Sócrates faz-se vítima, é o alvo de campanhas de ódio que não têm paralelo na democracia em Portugal, mas para as geixas de Sócrates isto nada teve a ver com o mega-embuste Sócrates, com o megatrambolhão das contas públicas que Sócrates timonava cegamente, fiado na sua dimensão salazariana infalível.

A Direita Portuguesa, que não existe senão nas cabeças perdidas das gueixas de Sócrates, não tem nenhum dos seus perseguido: nenhum, nem Cavaco, teve coragem para foder de vez com as contas públicas como Sócrates, o corajoso; nenhum, nem Cavaco, teve uma excepcional capacidade de liderança para foder tudo de uma vez, como Sócrates, o Líder; nenhum, nem Sócrates nem Cavaco dois híbridos, realmente beliscou ou incomodou os maiores interesses instalados. Isso, ao que se sabe, está a fazê-lo Álvaro Santos Pereira e é por isso que surge como o mais tenro e remodelável.

As gueixas de Sócrates estão convencidas que fabricaram uma estrela política, um carisma incontornável, graças a milhões de horas de vídeo, fotografia, frases sonantes, imensas primeiras páginas, e que mesmo Passos Coelho o que procurou imitar foi esse modelo de macho com voz de puto, Sócrates. As gueixas de Sócrates são capazes de gastar imenso latim e escrever toda a espécie de merda tal como o cão com sarna persegue a própria cauda. Dizem elas que ele não pertence à Direita Portuguesa. Pois não: Sócrates pertence a quem lhe pagar principescamente, pertence a deus, pertence ao Diabo, pertence à Octapharma, pertence a quem garantir as melhores comissões, pertence à venda de sabões humanos perpetrada pelas agências de comunicação e marketing político, pertence ao grande vício, à grande paixão e fixação dos construtores de mitos e estrelas mediáticas, perfeitamente vácuos e nocivos aos Povos, pertence aos que derem mais para mais uma e mais outra PPP. Sócrates não pertence à Direita Portuguesa: é um híbrido como um mulo, capaz de abraçar com as pernas o mundo e mais além, se atrás disso vier comissão disfarçada com um slogan da treta e subsídio-migalhas para os pobres.

Mas as gueixas de Sócrates e Sócrates não se deixam vencer. Não. Regressam ao local do delito as vezes que forem necessárias. O regressado é, antes de mais, uma vítima. Vítima de quem e de quê? Vítima de uma alienação colectiva congénere das grandes perseguições históricas da Inquisição, das Bruxas de Salém, do Ku Klux Klan, do Macartismo. Perceberam? Num momento em que Passos não pode colocar a cabeça de fora da janela do automóvel, a vítima aqui é Sócrates. Vítima homóloga, quando não ainda mais vítima, a todas as vítimas que a História deixou para trás. Conseguem vislumbrar a que grau as gueixas de Sócrates colocam a parada? Mais um esforço e Sócrates destrona Cristo para ser, só ele, a vítima expiatória, não apenas dos humanos, mas de todos os humanóides que o Cosmos alberga. As gueixas de Sócrates são patéticas.

Insistem que o olhar colectivo que avalia Sócrates padece de uma deturpação cognitiva a uma escala colectiva, nada o salva das responsabilidades pela devastação e o infrene despesismo em Portugal num debate político decente, nada o desculpa da loucura com que conduziu a Governação, muito menos o contexto internacional que não influenciava a situação nacional ao ponto de hipertrofiar até ao absurdo a responsabilidade do Governo socialista na evolução das contas públicas: às gueixas de Sócrates não faltam desculpas de mau pagador. Se as clientelas garantem o Poder, Sócrates nada fez para beliscar as clientelas. Não mexeu uma palha senão para atirar dinheiro a amigos e incinerá-lo no Zero de efeito. Hoje pagámos a aleivosia.

Vítima. Sempre e em tudo, vítima. Vítima de campanhas negras e planos de espionagem ao mais alto nível, envolvendo magistrados e polícias, de modo a capturar material para continuar a alimentar as campanhas negras e, com sorte, reunir documentos capazes de levar Sócrates a tribunal fosse lá pelo que fosse e desse no que desse. Vítima. Nada faz de errado. É perseguido. É Vítima. A Direita Portuguesa é terrível, conspira contra o santo menino Sócrates que nunca fez mal a uma mosca. Vítima.

Tão perseguido e tão vítima que hoje somos milhões a ter como certo que Sócrates roubou uma quantidade estapafúrdia de dinheiro, que esse dinheiro foi colocado em offshores, que é desse saque que ele vive luxuosamente em Paris e que as autoridades nada fazem para o apanhar porque, antes de subir aos céus deliciosos das jantaradas de Paris, disse: «Lembrai-vos de mim tal como eu me lembrei de vós!». Para as gueixas de Sócrates o mal está na Direita Portuguesa e não naquele Centro de Interesses Instalados sem Direita e sem Esquerda que sufoca a Justiça, que protege para ser protegida, que sonega Justiça na proporção dos milhões espertos e atempados colocados onde a arte de corromper aprendeu a colocá-los. Às gueixas interessa dicotomizar a coisa e encher de coitadinho o seu mulo.

As gueixas de Sócrates, porque não têm mais nada para fazer, atiram-se à Direita Portuguesa, a Direita do Correio da Manhã, a Direita do Pacheco Pereira, a Direita de todos e todas que vêem em Sócrates o Embuste mais perfeito e profissional que a tecnologia norte-americana de vender políticos nos espetou. Em suma, para as gueixas de Sócrates, a culpa é de Cavaco que não descansou até o derrubar e depois ainda o continuou a maldizer. A culpa é da Direita dos Direitolas Direitistas Direiteiros, a Direita, da Direita, a Direita. As gueixas de Sócrates são gueixas, são putas, são vigaristas, são spinistas. Desprezam a nossa inteligência como o Partido Socialista praticou pesca de arrasto com subsídios à arraia-miúda.

Para nos defendermos das gueixas de Sócrates e de Sócrates, nem que gritássemos mil anos. Nada, de facto, foi feito e preparado para proteger do desemprego e da desgraça os que gritam e cantam mil vezes ao dia o estribilho «Sócrates levou-nos à bancarrota e orientou-se bem no processo». Nada. Estava fadado que a peste e a fome viessem por meio desta gente seriíssima, competentíssima que vive fascinada, obcecada e desvairada com Sócrates e o defende com unhas, dentes e reentrâncias passentas, as gueixas de Sócrates.

Comments

  1. Amadeu says:

    Tu amas o Sócrates mas ainda não te assumes. Vá lá, pá. Não custa nada.
    Ou é a ciumeira, é ?

    http://youtu.be/3Fvwed0K4t4

    • palavrossavrvs says:

      Não sejas parvo, pá.

      • É muito delicado da sua parte chamar-lhe apenas parvo, embora eu não seja defensora de insultos. Quanto á sua escrita acho-a extraordinária, mas como já tive oportunidade de lhe dizer, é um pouco violenta para o meu gosto. Detenho-me mais nos comentários das pessoas, correndo o risco de me irritar, pois só se preocupam em criticar, cada um é o melhor.Ninguém tem um espelho e, respeitar a opinião dos outros nem pensar! GRANDES DEMOCRATAS! Ou lês na minha cartilha ou então és um bandalho! Enfim, é a sociedade que te temos e depois os governos é que têm a culpa! Ai se eu pudesse deitar cá para fora o que penso e o que sei, mas tenho medo desta democracia, é melhor ficar por aqui.

    • Também acho! O palavrossavrvs ao debitar este texto imenso e sentido só pode estar profundamente apaixonado; aquela paixão sombria angustiante, inconfessável. Mais do que política nota-se algo de carnal, feérico, profundo, desmedido. Ou então pirou de vez!
      (Ó palavrossavrvs, não leves a mal… Mas cura-te! 🙂 )

      • palavrossavrvs says:

        Não, meu caro. Pelo contrário. Na medida em que o Amadeu e o Luís se confinam e centram não na mensagem, mas no mensageiro, está tudo lixado.

        Eu só escrevo o que devo. E é pouco. A pergunta deverá ser outra: até que ponto isto me diverte?! Cura? Basta-me que regresse o bom tempo.

        • Escreves o que te apetecer. E até aprecio a tua escrita. Da mesma forma que acho “graça” aos teus devaneios pós socráticos. Alimentas uma guerra contra o passado quando a teu lado desfilam manadas de bisontes bem piores… Está no teu direito fazê-lo.

        • Se calhar, o Palavrossavrvs insiste no assunto para tentar evitar que as pessoas sofram de uma “desmemorite crónica”, que é doença grave que parece atingir a quase totalidade dos portugueses! E eu até acho que ele faz muito bem! Há peçonhas que devem ser evitadas a todo o custo…

        • Mário Almeida says:

          Continua a escrever, que escreves coisas que são dignas de registo. Coisas que incomodam as almas partidárias mais sensíveis, e não suportam ver os burros chamados pelos nomes.

  2. nightwishpt says:

    Só para ver a direita radical a espernear, já estou a favor do Sócrates.
    Até porque não vejo TV, só torrents.

    • palavrossavrvs says:

      Pactuas. Não tens perdão.

    • Mário Almeida says:

      Aquilo que apelidas de direita mais radical está a marimbar-se para a coisa. Para essa gente há um direito à liberdade que leva a que a RTP seja autónoma e livre de contratar qualquer alma que deseje contratar. Para essa gente, a existência de uma RTP paga por uma taxa de audiovisual incomoda muito mais do que a empresa ter contratado um empregado qualquer.

      E se pensas que o PSD é direita então lamento dizer-lhe que não faz a mínima ideia do que é direita, e o seu contacto com a realidade é apenas muito ténue.

  3. torturamix says:

    Mais vale ter mau hálito que não ter nenhum.Este labrego pedinte não se assume,será pc ?,será anarca ?,será neofacho exprof ? como seriam os dementes dos teus alunos?

  4. jafizesteopeditoriohoje says:

    Caluniar o adversário, macular o seu nome, assassinar-lhe o carácter é um ímpeto cujas raízes são biológicas, nasce do instinto de sobrevivência e é um exacto substituto da agressão física. O que se pretende é a morte simbólica do adversário através da sua ostracização. Foi neste quadro antropológico que Sócrates se tornou o alvo de campanhas de ódio que não têm paralelo na democracia em Portugal.

    • palavrossavrvs says:

      Não. Foi na medida em que se insinuou e se vendeu quotidianamente, centrando tudo em si mesmo, ao arrepio dos resultados reais e do estado real do País.

      • "justo correctivo" says:

        … o mesmo se aplica ao “rabbit” … desde ha muito tempo ate sabe-se lá quando ! … de facto ha que distribuir tons de “memofante” para que as memórias retornem e finalmente se entenda onde nasceu este “rio de desgraça” … porque as “nascentes” ainda se encontram bem activas, e a alimentarem(se) da “maminha da vaca”, sem que qualquer “indigestão” se faca sentir, nem algum “antibiótico” por ai apareça para lhes tratar da saúde …

    • Exactamente! E ao som da banda neoliberal e das suas “toupeiras” embutidas na “esquerda”…

    • Mário Almeida says:

      Eu ainda me lembro dos outdoors mandados publicar pela JSD a insinuar que Sócrates era homossexual. Não creio que qualquer crítica que tenha sido dirigida agora à contratação de Sócrates pela RTP tenha qualquer paralelo a essa baixeza.

      Ainda tem de cavar um bocado mais para chegar aos níveis onde chegaram no passado.

    • O instinto controla-se ou então pegamos numa metralhadora e matamos todos aqueles que não dizem connosco amen,jafizesteopeditoriohoje!

  5. Paulo Sarnada says:

    Joaquim, excelente texto.
    Tudo o que escrever sobre o personagem e suas gueixas é oportuno, para que não se esqueça o MAL que fez a milhares de portugueses.
    alguns dos comentários estão em consonância com a falta de sentido crítico e falta de respeito para com os prórios.
    Nãoacredito que algum dia o personagem e as gueixas façam algumacto de contyrição pels asneiras que fizeram.
    Sabemos como são chamadas as pessoas que não têm messiricórdia pelos seus semelhantes ao ponto de lhes infligiram sofrimentos desnecessários, ou seja, não se condoem com o mal que fazem aos outros.

  6. Paulo Sarnada says:

    O comentador Amadeu brinca com assuntos muito sérios.
    Seria exigível que respeitasse o que escreve mesmo fundamentando o desacordo de opinião.
    O que escreve é sério e não merece ser achincalhado.

  7. “As opinioes sao como as vaginas: cada um tem a sua e quem quiser da-la, da-la”

  8. João Paz says:

    “Para as gueixas de Sócrates, o dueto Passos-Relvas é muito “diferente de Sócrates. Muito diferente. Isto é, não foi um percurso em tudo idêntico, pelas escadas favoritistas dos partidos, que os fez aos três.”
    Começa a perceber Palavrossavrvrs.
    Louvo a sua evolução e espero que a continue analisando A QUEM TODOS ESSES SERVIRAM E SERVEM.

  9. jafizesteopeditoriohoje says:

    Ó prof ressabiado..ainda não fizeste um ode ao peidoso senil das postas de pescada nortenho

  10. TODAS AS CRÍTICAS QUE SE FIZEREM AO FALSOP ENGº E FILÓSOFO SÓCRATES SÃO POUCAS , ASSIM COMO TODOS OS NOMES QUE SE LHE CHAMAREM , PORQUE GENTE DE-
    PRAVADA COMO ESTE SUJEITO LEVA À CORRUPÇÃO EX-TRE-MA PARA SUSTENTAR OS SEUS DEVANEIOS SEXUAIS , AO PONTO DE PÔR O PAÍS E O POVO NA NISÉRIA .
    ESTE GAJO NÃO MERECE SER RESPEITADO NEM PELA ES-
    QUERDA NEM PELA DIREITA , E MUITO MENOS PELO PS ,
    PELOS ACTOS CRIMINOSOS CORRUPTIVOS E DE SEXUALIS-MO GAY .
    DEVE-SE FALAR NESTA BESTA , PARA O CASTIGAR , POR-QUE DESTRUÍU O PAÍS COMO TODA A GENTE SABE . CLARO QUE NÃO FOI SÓ ELE ., MAS MUITOS OUTROS , Á ESQUERDA E Á DIREITA .
    O PAÍS E O POVO NÃO DEVEM PERDOAR A ESTA GENTE QUE SÃO AUTENTICOS CRIMINOSOS , QUE ESTOURARAM E SE APROVEITARAM DE BILIÕES DE EUROS DO POVO .
    DIZER QUE O PAÍS ESTÁ MAL E NÃO QUERER CONDENAR O
    PRINCIPAL RESPONSÁVEL É DEVERAS ESTRANHO .

  11. SÓCRATES E A SUA SEITA NÃO MERECEM PERDÃO , TÊM
    QUE SER SEVERAMENTE CONDENADOS POR DEIXAREM O PAÍS E O POVO NA RUÍNA . NO MEU CASO FQUEI NA MISÉ-RIA E ESPERO QUE ELE E OUTROS CULPADOS AINDA AS PAGUEM , CLARO SE HOUVER JUSTIÇA .

  12. ESPERO QUE AMAHÃ SE BLOQUEIEM AS PORTAS DA RTP
    PARA QUE O CORRUPTO E DEPRAVADO SÓCRATES SEJA
    IMPEDIDO DE LÁ ENTRAR E FALAR .
    ENTRE MUITOS CRIMES QUE COMETEU TAMBÉM PERSE-GUIU JORNALISAS PARA OS PRENDER .
    LEMBREM–SE . HÁ CRMES QUE NÃO SE PODEM ESQUECER COMO A LIBERDADE DE EXPRESSÃO E DO DIREITO À VIDA , QUE ESSE GAJO OU GUEIXA NOS QUIS TIRAR .

    • Sr.Fernando Cardoso Santos: decidi hoje dirigir-me especialmente a si. Porquê? O senhor não é o único que ficou na miséria, eu também fiquei! Existem muitos infelizmente! Penso e não sei se estou errada que esta situação só acontece aos sérios! Os vigaristas safam-se sempre! Tenho lido os seus comentários senão todos, quase. Tenho um processo em tribunal contra um vigarista à 15 anos e com sentença dada a meu favor e, ainda não recebi um cêntimo, já nem sei se chegarei a receber! Não posso entrar em detalhes, pois não tenho grande veia literária, e, além disso a finalidade destes comentários, também na minha opinião não servem para resolver vidas particulares e às vezes que vidas! Mas os vigaristas não são só os governantes,pois acredito que ,como em tudo há bom e mau.Resumindo e concluindo, se me permite, não seja tão revoltado! Isso nada resolve, com calma, que Portugal ainda é nosso. Neste momento acredita que algum deles vai resolver os seus ou os meus problemas?Não fosse eu ir à luta e sujeitar-me a um trabalho menos qualificado e comer o pão que o diabo amassou, neste momento estaria debaixo da ponte.Para quem estava habituada a ter tudo e rápidamente me habituei a não ter nada, não é fácil! Se olharmos para o lado (se não formos egoistas) encontramos sempre alguém pior que nós.É triste, mas é a realidade! Fui à luta, mas não a ideológica a luta do trabalho, com o devido respeito pelos ideólogos. Desculpe se lhe dei seca, mas não gosto que as pessoas se insultem, com todas as razões do mundo e, apesar de haver momentos de grande desespero. Espero que não me chame moralista! A intenção não foi essa. Desejo-lhe melhores dias.
      Cumprimentos

  13. graciete oliveira says:

    A sua ignorância devia pagar impostos.Devia saber que se temos a troika é graças à direita esganada do pote que desacreditou o governo PS perante os mercados com tanto insulto e calúnia. O resultado foi a subida incontrolada dos juros da dívida que levou à queda do governo com ainda uma última ajudinha , a recusa do pack 4. Nós não tínhamos as contas descontroladas e trafulhas da Grécia nem a bolha imobiliária da Irlanda nem os problemas com os bancos com também a Irlanda e agora Chipre. Então porque foi?
    Quanto à liberdade de imprensa é ver quem controla a comunicação social!

    • Concordo! É mais ou menos por aí… Mas o problema é que uma certa “esquerda” prefere ter sabujos neoliberais no poder do que encolher o cinto quando se trata de mamar na teta do Estado. Daí os “ressentimentos” e a cegueira.
      Temos de tirar o chapéu aos discípulos do Milton Friedman. Souberam fazê-la bem feita. A gente paga…

  14. Jmota says:

    Este palavro é uma moca.

  15. Jmota says:

    Tu arrima-lhe.

  16. jose dias fernandes says:

    A paixão tem razões que a razão desconhece!
    por vezes mascara-se de ódio, talvez por um amor não correspondido,ou traumas da infância, Mistérios.da mente.

  17. Fernando Van-Dúnem says:

    Este palavrossavrvs é um ressabiado do piorio. Já nem a psicanálise explica tanta diarreia mental. Ao que leva uma paixão não correspondida.
    Sócrates, is back, por mim que não sou socrático muito bem! Porquê? Porque do piorio é esta gente, porque incompetentes e mentirosa é esta gente, porque o PSD e o partido da lavora são responsáveis por este brutal ajustamento e pelos seus resultados cruéis, porque foi Gaspar quem adulterou o memorando, e seguiu para mal de Portugal outro caminho.
    Sócrates cometeu muitos erros tal como os anteriores primeiros-ministros desde o homem de Boliqueime, a Guterres, a Durão (tenho as mãos sujas de sangue) Barroso. Mas Sócrates no primeiro mandato mexeu em muitos interesses instalados (quem sabe se não tocou no menino), reduziu a divida publica, introduziu reformas Geriu mal a crise da divida soberana, sem dúvida mas ordem vinda da Europa foi para os estados despejarem dinheiro para a economia o que fez disparar de novo o défice para de seguida exigirem défices controlados. Se Sócrates cá tivesse continuado, haveria sempre a hipótese de, tal como em Espanha, estarmos sem resgate e hipotecados à troika. O pior cego é aquele que não quer ver, no seu caso tenho de mudar para “aquele que não sabe ver”.
    Agora censure como sempre faz quando não elogiam a sua verborreia.

    • palavrossavrvs says:

      Fernando, você repete a cassete dos socratistas. Você não repete. Você é a Cassete Socratista.

      Não se trata de paixão. Trata-se de especialização.

      Especializei-me nesta matéria por considerar extremamente perigoso que pessoas como o Fernando não compreendam a diferença entre um Primeiro-Ministro só mau, só incompetente e só desastroso e um Primeiro-Ministro Só Desonesto, Só Mentiroso, Só Manipulador, aliás, Absolutamente Mau, Absolutamente Incompetente, Absolutamente Teimoso, Absolutamente Desastroso.

      O Fernando [já conheço o Fernando há muitos posts] não esconde que é parcial e apaixonado por estas características que apontei, por isso defende a Merda que diz que não defende.

      Nem que quisesse, Passos jamais saberia ser tão horroroso como o reles ladrão de gasolineiras que nos foi Primeiro-Ministro e abriu a caixa de Pandora das Troykas, dos Cortes, da Peste e da Miséria.

      Se Passos fosse inteligente, bastaria ser sensível e prudente na gestão do dossier Economia. Não. Foi bruto e insensível no compactuar de um IVA da Restauração destruidor de emprego e de uma vasta cadeia de negócios. Adeus, receita fiscal. Estupidez foi esta arrogância de redesenhar as nossas vidas e a nossa economia em três tempos sem dó nem piedade.

      Não tinha de ser assim. Não se governa com desprezo por alguns e com o desígnio de «limpar a economia». Passos, Borges, Gaspar falharam aí claramente. Fizeram merda. Não teve resultados e tudo o que um português módico desejaria ver para absolver estes caramelos era RESULTADOS.

      É isto e só isto que fragiliza Passos e vulnerabiliza de morte este Governo. Temos pena, mas Portugal merecia mais: a falta de bom senso e razoabilidade nunca deram bom resultado.

      • “Passos, Borges, Gaspar falharam aí claramente. Fizeram merda.”

        É isto e só isto que fragiliza Passos e vulnerabiliza de morte este Governo”

        !!!!!?????

        Um pais e os cidadãos a empobrecerem e sem esperança.

        É isto e só isto?????

        • “Estado já pagou mais de 300 mil euros à empresa de António Borges”

          E isto não é só isto!

          • “Escritório de Rangel ganha ajustes directos de 500 mil da Câmara do Porto”

            E há muito mais disto!

  18. Fernando Van-Dúnem says:

    Olhe que não me conhece! Porque se assim fosse saberia que desprezo pessoas como você, desprezo quem se refugia no insulto e na calúnia para branquear uns e acusar outros quando o pecado original é o mesmo.
    Ao contrário de si e da sua outra paixão este desgoverno, é minha convicção que esta gente não o faz por falta de inteligência faz por convicção, convicção de que depois deste afundando renasceremos do nada. É o ajustamento “estúpidos” mas sempre para os mesmos.
    Leia e ouça a grande imprensa (agora liberta da claustrofobia democrática) e perceba o que se está a passar, vá para a rua e olho nos olhos quem se cruza consigo e veja o sofrimento a angústia e o medo estampado no rosto das pessoas, desça à terra.
    Não perco muito tempo a ler os seus textos mas congratulo-me pelo facto de constatar que perdeu e bem, esse hábito Salazarento de apagar os comentários que não lhe fazem amém
    Sempre a desconsidera-lo.

    • palavrossavrvs says:

      Se você me desprezasse, ignorava-me. Se não consegue ignorar-me, não me despreza. Eu também gosto muito do Fernando Van-Dúnem. Há, porém, pouca inteligência em insistir nesta ideia peregrina de que me refugio «no insulto e na calúnia para branquear uns e acusar outros quando o pecado original é o mesmo.»

      Perceba uma coisa: ataco e atacarei as gueixas de Sócrates precisamente pelo que diz: porque são facciosas e se refugiam no insulto à nossa inteligência. Aspiro, e acho que o Nando deveria aspirar também, à obtenção de resposta a estas perguntas que Luís M. Jorge também gostaria de ver Sócrates responder e formulou como segue: «Quanto dinheiro tem? De onde veio esse dinheiro? Se recebeu heranças, quanto recebeu? Alguma vez ganhou dinheiro com empresas de obras públicas? Foi recompensado por angariar financiamentos partidários? Quanto ganhava como primeiro-ministro? Quando dinheiro acumulou nas suas várias contas desde que tem cargos governativos? Tem alguma poupança em offshores?»

      Meu caro, eu sou o sofrimento, a angústia e por isso escrevo sem medo.

      Todo o meu desvelo e admiração pelo Fernando Van-Dúnem.

  19. Como diria o Jesus: “Issé que ma dá um ganda gozo!” Ver como os camafeus da direita borram a cuequita toda só de verem o tempo a encolher á medida que o regresso do Sócrates está mais próximo lololol Então aqui o palavras ressabiadas é um must! Delicioso! Agora é que vai ser, vê-lo espumar aqui no aventar já hoje á noite e todos os domingos! Força nisso homem! Já agora para quando um texto sobre o BPN? Ah! Esses são os da direita que “não existe”(?!). Da que não controla o média como a sic que ainda ontem dizia a propósito da reintegração do espião do Relvas que a lei era do “Sócrates” quando a lei é de 1985! LOL Você é um pagode!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.