Acordei em greve intermitente,

e a  intermitência é um estado de greve tramado.

Enquanto se fala de um dia de greve ao exame de Português, começa hoje uma greve sucessiva às reuniões de avaliação que impede o ano lectivo de acabar.

morse

Não luto de manhã, trabalho, à tarde combato, no dia seguinte logo se vê o turno que me calha. Isto eu, para eles NÓS estamos em greve permanente, com um custo mínimo e rotativo.

Eles estão tramados.

Comments

  1. Dora says:

    Eu acordei na certeza de que temos um governo acossado, refugiado num bunker, em estado de delírio completo.

    Por uma questão de higiene, está na altura de apontarmos serviços mínimos e de fazermos uma requisição civil.

    A Eles. E não aos professores e a todos os cidadãos de Portugal.

    Um grande abraço a todos os professores que lutam.

    Um grande abraço a todos os alunos e jovens deste pais.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.