Efectivamente, era o fato

Fábio Poço/Global Imagens (http://bit.ly/100qyEx)

Fábio Poço/Global Imagens (http://bit.ly/100qyEx)

Naquele tempo, quando ainda escrevia numa inteligível ortografia portuguesa europeia, Ferreira Fernandes não acreditava que “fato e morada indiciassem um destino” — a propósito, a grafia da ficha técnica do DN daria para um tratado, mas hoje, como sabemos, é domingo.

Porém, segundo o Record,

Carlos Pinho, presidente do Arouca, destacou o fato de Pedro Emanuel sempre ter sido a primeira escolha

Já se sabe, é a vida: há quem atribua importância ao estilo de Mourinho, quem se deslumbre com os fatos de Costinha, quem prefira o fato de Jol, quem recomende os modelos de casaco de corte direito ou assertoado e quem se dedique ao catálogo das cores dos casacos de Merkel.

Depois do fato (de roupa), do fato de Monti, do fato no momento certo, do fato de Pinto Ribeiro, do fato de Octávio Ribeiro, dos fatos e afins do Diário da República, do fato daquela revista e da prova de fatos, temos o fato de Pedro Emanuel (pois, também temos um ‘projecto’, apesar dos *’objetivo’).

Sim, o fim-de-semana está prestes a acabar, mas ainda vamos, creio, a tempo de um desfile.

Comments


  1. De fato, como estamos nos santos populares o melhor é colher manjericos e procurar uma colher para comer caldo verde. Puxa! E eu que pensei que antes do AO vivíamos no paraíso ortográfico…. 😉

    • Teresa Cunha says:

      Mesmo com a implementação (?) do AO, a palavra “facto” continua a escrever-se… “facto”…


      • Sim, mas de facto, o “ponto” estava na “colher” com evidência de que “antes do AO” também já existiam “fatos” engraçados…

  2. A. Santos says:

    Estou, de fato (mas sem gravata), boquiaberto!

  3. celesteramos.36@gmail.com, says:

    Mas não se preocupem – a AR chumbou o OA – já podem voltar a escrever certo – aliás nem sei porque foram tão obedientes à situação tão macarrónica

  4. nulo says:

    De fato … bom, é mais sobretudo (agora) não percebo a insistência, da impresa do bolsa na mão, no nado morto AO!! Será que têm negócios previstos com o aborto ortográfico??

Trackbacks


  1. […] Fi-lo igualmente quer no jornal que Seixas da Costa anteontem acusava de moita carrasco (sic) em relação a esta notícia, quer em depoimento enviado à Assembleia da República. E faço-o constantemente aqui no Aventar (até me entretive, recentemente, não a instilar fosse o que fosse, mas a seleccionar *fatos). […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.