Respectivamente, sim, mas só para alguns

Diário de Notícias entrevistou José Carlos — futebolista que, como se depreende e bem, nunca representou a selecção brasileira.

6102013a

Pois, segundo o ILTEC, ‘respectivamente’ “não é usado em Portugal”.

6102013c

Contudo, se a Folha de São Paulo tivesse entrevistado José Carlos, em vez de *respetivamente, teríamos ‘respectivamente’.

6102013b

Bem-vindos, de novo, ao fabuloso mundo da “unidade essencial da língua portuguesa“.

Trackbacks


  1. […] como o Público não foi atrás do mito da “unidade essencial“, a mensagem não sofreu os danos colaterais causados pela base IX do Acordo Ortográfico de […]


  2. […] O ‘teto da meta’. Hoje, na Folha de S. Paulo. Ah! E ‘respectivamente’. Exacto: ‘respectivamente’, sim, mas só para alguns. […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.