Devolvam a exclamação ao Tó Zé

António José Seguro juntou-se à campanha #bringbackourgirls, coisa que eu até poderia aplaudir se a idade não começasse a fazer de mim cínica e, a quinze dias de ir às urnas, eleitor escaldado até de água gelada se escapa.

Na sua página do facebook, o Tó Zé aparece a escrever um cartaz e, num daqueles arrebatos violentos que às vezes lhe dão, remata a frase com um enérgico, resoluto, indignado ponto de exclamação: Bring back our girls!

Mas quando levanta o cartaz para a câmara, pasme-se, o ponto de exclamação foi substituído por um discreto, contemporizador ponto final.

Das duas uma, ou não foi ele a escrever o cartaz (já sabemos que o inglês não é o forte dos líderes socialistas) ou alguém lhe disse para amainar, que a Nigéria é longe e também não vale a pena gastar fúrias com umas moças que a, bem dizer, nem vão poder votar.

Mais uma abstenção violenta, coitado. Não tarde nada ganha uma úlcera.

Comments

  1. Maquiavel says:

    Caiu-lhe o ponto de exclamaçäo quando levantou a folha!

    E alguém que explique ao Tozé que o I maíúsculo näo tem pintinha…

  2. Fernanda says:

    Deve ter deixado cair 2 pontinhos para as reticências …
    A grande aversão do Tó Zé à exclamação parece ser um facto. A interrogação também parece não ser do seu agrado porque a seguir deverá vir uma resposta.

    O Tó Zé é mais reticências …

    E, nesta altura do campeonato, as reticências não servem.

  3. António Duarte says:

    Jobs for the girls!

  4. Augusto Martins says:

    Estou farto de ver figuras publicas a mostrar o cartaz e não vejo ponto de exclamação. Deve-te estar a fazer falta coisas direitas e compridas. Vai lá passar a mão pelas costas dos teus padrinhos e dieixa-te de merdas.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.