Pelo meu relógio são horas de votar

Mas é tão bom ficar em casa a repetir que são todos o mesmo. A insistir que é tudo do mesmo saco. A proclamar que não vale a pena. A chorar o rendimento perdido, os direitos arrasados, o desemprego assegurado, a emigração forçada.

Sempre é melhor que falecer, pois claro.

Comments

  1. Dora says:

    Faltou-lhe a farinha. O que muito pessoal afirma e escreve até à exaustão é o inenarravelmente chato “É tudo farinha do mesmo saco!”.

    O intelectual chic e liberal luso é diferente. Não usa a expressão de farinha e do saco porque é uma expressão kitsch. O intelectual chic das urbes e arredores paira….paira…


    • Tem piada,mas o saco é o da farinha. A elisão (suponho que se chama assim) foi propositada, porque me pareceu que quebrava o ritmo do texto, que foi aparado porque o queria curto..

  2. J.V. says:

    Não basta o gosto neste post, é preciso escrevê-lo numa caixa de comentário. Muito boa resposta ao fenómeno Facebook do dia, obrigado.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.