Golpismos anti-democráticos e inconstitucionais

«[Se o PS] tiver maioria absoluta governará, mas se a não tiver, sendo no entanto o partido com um maior número de deputados, será chamado a formar governo, podendo ser governo se as outras esquerdas se não juntarem à direita para aprovarem uma moção de rejeição do seu programa de governo.»
[Uma análise n’O grande zoo]

Comments

  1. Joaquim Amado Lopes says:

    Segundo o artigo 187º da Constituição da República Portuguesa, “O Primeiro-Ministro é nomeado pelo Presidente da República, ouvidos os partidos representados na Assembleia da República e tendo em conta os resultados eleitorais.”.
    Não diz se o partido ou coligação que forma Governo é o mais votado ou o que tem mais deputados. Na realidade e como até já aconteceu, pode ser nomeado Primeiro-Ministro alguém que não pertença a nenhum dos partidos que foram a votos.

    Mas parece que a Constituição só interessa quando dá jeito.