Portugueses escolheram Passos Coelho para Primeiro-Ministro.

Pedro-Passos-Coelho

Apoiei e votei em Pedro Passos Coelho, como a maioria dos portugueses, para Primeiro-Ministro. Felicito Pedro Passos Coelho pela vitória e cumprimento todos os outros partidos que democraticamente foram a votos valorizando estas eleições Legislativas.

Passos Coelho e a coligação ganharam as eleições, mas sem maioria absoluta, tal como aqui previ no passado dia 30 de Setembro. Agora, em condições normais o Presidente da República irá convidar, nos próximos dias, Pedro Passos Coelho para formar Governo. Aliás, António Costa, ontem no seu discurso afirmou que entendia que deveria ser o Partido mais votado a ser convidado para formar Governo demonstrando sentido de estado disponibilizando-se para dialogar com a PAF, no que diz respeito ao futuro orçamento de estado e do país, e a afastar a hipótese de formar um governo em coligação com o Bloco de Esquerda e a CDU.

As surpresas da noite eleitoral foram o resultado histórico que Catarina Martins e o BE conseguiram obter elegendo 19 deputados para a Assembleia da República, o desaparecimento político do CDS na Madeira e nos Açores, círculos onde PSD e CDS concorreram em separado, e a eleição de um deputado, pela primeira vez, pelo PAN ( Partido das Pessoas Animais e Natureza ).

Como sempre afirmei considero fundamental a continuidade da estabilidade governativa. Estou certo que Pedro Passos Coelho e António Costa estarão à altura de, neste momento, colocar os superiores interesses do país acima dos interesses partidários.

Comments

  1. Jojoba says:

    Então não devemos ter votado nas mesmas eleições, eu fui votar para eleger os representantes do meu distrito na Assembleia da República e não para o cargo de primeio-ministro.

  2. R.J.O.m says:

    É só esperar cerca de 300 dias e ver o chefe Costa a estufar Coelho em lume brando. Serve-se frio.

  3. Fernando H. Martins says:

    Os portugueses não escolheram Passos Coelho como 1º ministro mas sim 230 deputados maioritariamente de Esquerda.

  4. Nightwish says:

    Hmmm, lá sabe, mas eu prefiro instabilidade para as medidas de treta do governo.

  5. Jaime Marques says:

    As “surpresas da noite eleitoral” não se esgotaram aí… Por exemplo, foi bonito ver Marco António Costa aparecer novamente depois de andar desaparecido durante toda a campanha… Saia uma imunidade parlamentar!


  6. Onde terá sido que ouvi… “os superiores interesses do país”!??

    O senhor não tem memória.
    É uma escória.

  7. Santiago says:

    O senhor é um chico-esperto. Toda a história em torno do MAC leva-me a pensar que terá sido despeito por algum tacho não atribuído e não desejo de justiça para com um canalha…
    p.s: acho que estão a precisar de assessores, tente outra vez


  8. Ainda há meia dúzia de dias criticava o passamolas porque tinha uma política que era contrária à socialdemocracia. Agora vem – nos dizer que votou nele, trá-la-rá…
    Há um ou dois meses tinha dito aqui que o pvs tinha saltado do comboio em andamento porque atrás desse comboio outro viria e era preciso arranjar lugar. Os resultados pregaram – lhe uma partida e vai daí começa a correr e ainda consegue entrar no primeiro comboio donde tinha saltado.
    O mínimo que posso dizer é que este homem é perigoso! Será que ainda o vou ver na foto do próximo almoço anual do Aventar?

  9. Filipe says:

    “Apoiei e votei e Pedro Passos Coelho, como a maioria dos portugueses”? A maioria dos portugueses? Não viu os resultados? Ou acha que somos todos totós?

  10. Nascimento says:

    O que eu mais gostei de ver ontem à noite, foi o Marco António Costa. Ele vai fazer um grande papel na continuidade da estabilidade governativa. Eu, estou CERTO…..

    • ferpin says:

      Também me comoveu ver o MAC. Ele andou tão desaparecido durante a campanha que eu até imaginei que de forma discreta tinha dado uma de Fátima Felgueiras.
      Ou que tinha sido preso, dando uma de socrates.

      Afinal está vivo, de boa saúde e em liberdade que é como deve andar um figurão do PSD, nas sábias palavras de Paulo Rangel.

  11. António Taveira says:

    Os portugueses derrotaram a PAF e não querem o Passos como Primeiro-Ministro. Menos percentagem, menos votos e menos deputados. Os portugueses escolheram deputados e votaram para um Parlamento maioritariamente de esquerda!

  12. ferpin says:

    Foi apressado.
    Para os 2 milhões de votos serem a maioria dos portugueses o Passos ainda tem que fazer sair da sua zona de conforto uns largos milhões de moradores de Portugal. Dê-lhe tempo que ele trata disso.


  13. Se o PS é de esquerda, porque é que no último mandato de Sócrates não teve o apoio do BE+CDU?

  14. O sr Silva, amante da 5ª pata do cavalo, gosta de censurar comentários no Aventar says:

    Dois filhos de puta, tu e o Passos

  15. ZE LOPES says:

    Não duvido, mas espero bem que, depois de se levantar da sanita, faça a indispensável e celulósica higiene. De forma irrevogável.

  16. joao says:

    Sem dúvida que aqui andam só ‘democratas’


  17. Espero que continues feliz quando tiveres de pagar a fatura! Como a “reforma do estado” ficou na gaveta e o (sacana) do défice teima em não ir embora, o “Coelhismo” vai fazer o que sabe fazer melhor: meter a mão no bolso dos outros e chamar-lhes socialistas!…

  18. santos says:

    Vê lá se estudas um pouquinho de matemática (eu sei que é dificil , mas tenta …) para de vez saberes o que é uma “maioria” …Já estás pior do que o “boliqueimado” , aquele da “esmagadora maioria” ?