4 orçamentos, 8 rectificativos

Em termos de credibilidade, este é o saldo do governo PSD/CDS. Se tivessem uma ponta de vergonha, estariam calados, para ver se ninguém reparava na asneirada que fizeram. Portugal à frente, mas se se conseguirem fazer ruído que leve isto à implosão, melhor. A vidinha primeiro, e umas eleições é que davam jeito.

Quanto ao orçamento do governo Costa, não tenho dúvidas que será mais um a precisar de ser rectificado. O que anteriormente nunca chocou a “europa”, logo não há-de ser por aí que a porca torce o rabo, excepto se optar por dois pesos e duas medidas.

Comments

  1. martinhopm says:

    Quem se lembra? Quem se lembra? Foram só 8 os Rectificativos?! E logo eles os sábios, os competentes, os ungidos por Deus. Não fizeram nada de jeito, antes pelo contrário, mas agora arvoram-se em campeões da competência. Como legado, o PàF deixou o país na penúria, claro que a maioria do país. Sim, por que uma minoria ficou refestelada, a gozar dos rendimentos, à custa da maioria, do zé-povinho. Basta atentar numa das últimas notícias (e o que mais estará por revelar?): o aumento dos salários de gestores da Autoridade Nacional da Aviação Civil. E este aumento não terá sido a paga de algum ‘favor’ feito à PàF, no que à TAP diz respeito?


  2. Por cá a porca torce mesmo o rabo.E por falar no rabo da esquerda,que são geniais a convencer o «povo»,mas de economia real são uns pobres sonhadores e sem experiência factual.Quanto a eleições,nem pensar,Só depois de cair mesmo .A vacina evita a doença,como as maças podres não se podem juntar ás boas.

    • j. manuel cordeiro says:

      Já a direita é de uma exactidão à prova de bala, como se viu pela sobretaxa que você vai receber agora.

    • Fernando Antunes says:

      Quando fala de génios sem experiência factual da economia real está a pensar nos jotinhas que fazem funções de consultoria nas tecnoformas deste mundo para ONG’s que só existem em sonhos? Está a pensar em todos aqueles brilhantes ideólogos da santa doutrina do emprendedorismo que nunca tiveram empregos de administradores (perdão, tachos) que não fossem pelos contactos do partido e das ppp’s e pelos favores ao amigalhaços que beneficiaram de decisões de governos laranjas, de privatizações, swaps e afins? A economia real que os jotinhas conhecem é só uma – chama-se cunha!


      • Uma coisa é querer,outra é poder .Quero dizer,saber medir as consequências dos bons e maus passos que se dão (como,quando).De qualquer forma veremos os resultados(como,quando e quanto.)

    • Nightwish says:

      Ora diga lá quantas metas acertou na Europa a direita nos últimos 8 anos.
      Olhe, invés de esperar sentado enquanto vasculha, vou fazer um cházinho, pode ser?

  3. Alberto says:

    Nao vai na foto o n2 do pm q nos levou à bancarrota e resgate da troija?-Nao deveria ter aprendido qq coisinha?

    • j. manuel cordeiro says:

      É isso e a história da carochinha, duas verdades absolutas. Como se sabe, aquela malta do BPN e dos SWAP deram um reforço muito positivo à economia. Já para não falar dos amigalhaços Fannie & Freddie que deram um jeitão nos juros.

    • Nascimento says:

      Albertino meu rançinho,então o menino não sabe escrever as letrinhas todas,ou doi-lhe os dedinhos?Albertinho,o que significa :”qq”?e ”pm”?Seu calão modernaço…

    • Nightwish says:

      Não consta que tenha sido ele a entrar no euro.

  4. Acácio Bernardo says:

    Se o orçamento passasse à primeira logo aqui se escreveria que até a Europa admite que há alternativa e já estão a vergar à força da esquerda. Se a Europa não alinha, então logo se escreve que têm dois pesos duas medidas. Não atirem areia para os olhos. A Europa só não quer é países despesistas.

  5. Conceição Amaro says:

    A hipocrisia e má-fé não têm limites!
    Depois de tudo o que fizeram, nos últimos 4 anos, do que conhecemos e do agora estamos a saber, ainda têm o despudor de apregoar “não estraguem, não estraguem!”. O quê, o que estava podre?
    Continuem na campanha de indocrinização pelo País fora, continuem a bramar nos media que vos trazem ao colo e, sobretudo, adubem os lobbies em Bruxelas/Berlim. Têm lá pessoas influentes a trabalhar para vós. Rangel e eventual e alegadamente Moedas e Nuno Melo..
    No entanto, enquanto houver gente de bem, serão dariamente denunciados, desacreditados porque ” água mole…” Até serem, assim haja coragem política, responsabilizados criminalmente por “acções e omissões”, conforme previsto na Nossa Constituição!

  6. j. manuel cordeiro says:

    Bom, executados três orçamentos sem um rectificativo, dou a mão à palmatória quanto às certezas que tinha. Assim se vê quão mal habituada uma pessoa pode ficar.

Trackbacks


  1. […] aprovou o seu quarto orçamento. Quarto! No mesmo período de tempo o governo de Passos aprovou doze. Mais um exemplo de quanto melhor foi o anterior […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.