É preciso lá ter passado para o reconhecer

Passos acusa PS de “ajoelhar” perante a Europa, lê-se no Público.

Não importa o que Costa faça, haverá uma tirada azeda, que nem precisa de ter paralelo com a realidade, por parte do vitorioso de Pirro.

De rosa ao peito, em forma de pin patriótico, lá vai ele em alegre campanha eleitoral, a mesma que dura há quase dois anos. Há que fazer pela vida, mesmo quando Portugal está à frente.

Comments

  1. Konigvs says:

    Há que continuar a fazer pela vida, quando a única coisa que se sabe fazer na vida é ser jotinha. Uma vez jotinha, e mesmo tendo chegado a primeiro-ministro, assim que se cai da cadeira, volta-se a ser jotinha. Porque não se sabe fazer mais nada na vida.

    • j. manuel cordeiro says:

      Ou como li no Facebook: Passos Coelho dirá ainda, já longe do microfone: “O Costa ajoelhou, mas eu rezei como ninguém.”

    • Nightwish says:

      É mais grave do que isso, é que acreditam mesmo no que dizem, e portanto não vão mudar tão cedo.

      • Ana Moreno says:

        O problema não é eles acreditarem no que dizem, é acreditar neles a maioria que neles votou.

  2. Afonso Valverde says:

    São psicopatas.