Também tu, Frasquilho?


ppcc

Depois do infame golpe de Estado aplicado pela frente soviética à coligação Pàf, que enviou o governo legítimo de Passos e Portas para o exílio no Panamá, tudo indica que estaremos a assistir a um novo ataque ao núcleo duro do Passismo, com vista a uma revolução interna no partido. Seria a isto que Passos Coelho se referia, quando falava na vinda do Diabo?

Primeiro foi Carlos Moedas a deitar por terra a teoria do resgate e a elogiar o desempenho da Geringonça. De seguida, foi a vez de Carlos Costa dizer que um défice de 2,5% é “exequível”. Agora somos surpreendidos por uma entrevista a Miguel Frasquilho, onde o antigo vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, entretanto transferido para a liderança da AICEP com a bênção do apunhalado do momento, foi categórico:

As notícias que temos são excelentes: acredito que o défice este ano vai ser de 2,5% do PIB ou menos e no próximo inferior a 2% e é isto que os investidores querem ouvir.

E que é (António Costa) pró-competitividade e pró-investimento estrangeiro. Ele é um primeiro-ministro realista e os resultados anunciados para o défice demonstram-no.

Assim não dá. Caio Júlio Passos não aguenta tanta facada. Também tu, Frasquilho?

Foto: Pedro Correia@Sapo

Comments

  1. Ricardo Almeida says:

    Até já de dentro das trincheiras da direita se ouvem elogios à Gerigonça? Querem ver que o PSD se está a tornar finalmente num partido social democrata?
    Ó Diabo, e que tal um terramotozinho pequeno, como aquele de 1755 mas mais localizado ali para os lados do Largo do Rato? É que que o Coelho está a ficar sem opções…

  2. anónima says:

    Desde que António Costa seja “realista” (pro-competitividade, pro-investimento estrangeiro, défice de Bruxelas cumprido, …), está tudo bem. Percebo o Frasquilho, espanta-me o BE e o PCP.

  3. Ana A. says:

    O Passos deve-se julgar “o último dos moicanos”!

  4. Benjamin Campos Ferreira says:

    Ou serão catorze, as pragas?

  5. joaquim azevedo says:

    Estou cada vez mais convencido, que a CORRUPÇÃO, está chegando ao fim e ainda bem que este senhor passos, carregou o povo de impostos. Penso que passos, deixou uma porta aberta, para que as pessoas tenham mais coragem e se libertem destes MONSTROS.

Trackbacks

  1. […] o Banco de Portugal a considerar “exequível” a meta de 2,5% de défice, o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, a falar num valor de défice “excelente”, enquanto elogia o “realismo” de António Costa, […]

  2. […] de optimismo, que nos chegam de personalidades e instituições tão insuspeitas quanto Miguel Frasquilho, Carlos Moedas, Banco de Portugal ou Conselho de Finanças […]

  3. […] apesar dos vaticínios aritméticos anedóticos da sua general, são as sondagens devastadoras, as facadas dos tenentes, a ameaça interna. A sério que alguém esperava uma posição diferente? Que, depois de serem […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s