E os portugueses também descobriram a Austrália

os portugueses descobriram a Austrália

REUTERS/Handout

Não é novidade – tem tudo que o ser? -, mas para fugir ao frequente registo nacional de autocomiseração, aqui fica uma nota diferente.

Um mapa marítimo do século XVI num cofre de uma biblioteca de Los Angeles prova que os aventureiros portugueses, não britânicos ou holandeses, foram os primeiros europeus a descobrir a Austrália, diz um novo livro que detalha a descoberta secreta da Austrália. [Michael Perry, Reuters, 21/03/2007]

Comments

  1. Jorge says:

    Mais cuidado se fazem favor. Como se não bastasse estarem a re-publicar coisas de 2007, não há “prova” nenhuma. Há apenas um indício de algumas semelhanças entre o mapa (após ser editado no photoshop(!) e a costa australiana) e que sustenta uma teoria que é criticada por diversos historiadores.

    Se por um lado esse mapa mais se assemelha à costa sul do Vietname e haja a possibilidade de se tratar de contra-informação para enganar os Franceses, por outro lado é indiscutível que de facto chegámos a Timor e que perto da Austrália há vários povos indígenas que usam a palavra “Tartaruga”.

    Mas uma teoria não pode ser mais que isso. É preciso cuidado antes de fazer afirmações. Até que haja prova definitiva, não pode ser considerada lei.
    É como a Evolução das Espécies, o Aquecimento Global ou a Relatividade Geral: por mais sustentação que tenham (e são de longe as melhores teorias atualmente existentes para explicar cada um dos assuntos!), ainda nenhuma delas é lei.

    • ZE LOPES says:

      Sr. Jorge, desculpe, mas não está a par dos mais recentes desenvolvimentos que provam que tudo é verdade! Um missionário Comboniano ao serviço da AMI que penetrou, numa caravana da Cruz Vermelha comandada por Capacetes Azuis, no interior do interior da Austrália encontrou lá um aborígene que lhe recitou várias passagens de crónicas muito antigas do Vasco Pulido Valente, entre as quais aquela que dizia que ” a tartaruga é uma invenção das “classes médias” e da “europa” para edificação do indígena e gáudio da populaça”. Consta que VPV terá mesmo integrado a tripulação de uma das naus, concretamente como chefe da guarda do sector de barris de líquidos à base de cereais. Aliás, consta que se terá mudado para o “Mirone” porque lhe garantiram melhores condições para preparar um livro sobre o assunto.

  2. Rui Naldinho says:

    Não me admira nada que assim seja.Os portugueses sempre foram uns vadios!
    Este povo é feito da mistura de outras raças vagabundas. Celtas, árabes, judeus e sei lá quantas mais…
    Vendo bem, dormir em casa, só mesmo quando não podemos ir laurear a pevide para outro lado. Cristóvão de Mendonça sabia disso, e pôs-se a milhas. Milhares de milhas, …parece a nossa dívida!
    A nossa sina é ir para longe. No início, cheios de raiva por não sermos compreendidos na nossa terra, para, passado uns anos acabarmos a chorar de saudade.
    Já nessa altura tínhamos um enorme desejo de cumprir os desejos do homem que quinhentos anos mais tarde viria ser primeiro ministro deste país, e nos mandaria emigrar.
    Porra! Somos mesmo bons, nesta coisa de fugir de casa!

  3. nuno says:

Trackbacks


  1. […] Fonte: E os portugueses também descobriram a Austrália […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.