O fantasma do Natal passado

Governo violou Acordo à Esquerda

A deputada do Partido Ecologista “Os Verdes” afirmou hoje, na Assembleia da República, que o Governo, ao decidir diminuir a Taxa Social Única das empresas, violou o acordo estabelecido com aquele partido na formação da maioria parlamentar que constitui a Geringonça.

Cristas, Cristas

Ó Assunção Cristas, cada vez que ergues as ditas em parlamentar pirueta, metes água. A graçola das prendas ao primeiro ministro na sessão parlamentar de hoje evidencia, mais uma vez, a boçalidade soez, a bronca incultura que costuma ser apanágio da tua bancada. Até o incensado Portas se quis luzir proclamando – sem ter a mais pequena ideia do que estava a dizer, acredito – a frase que encima o portão do campo de Auschwitz. Agora, tu, Sussãozita, brindas o nosso primeiro com um frasco de “soro da verdade”, quiçá para o obrigar a dizer o que esperas ouvir. Fazes ideia de quem usava tal técnica e com que fins, criatura? Sabes a que soube a tua performance rasca? Sabes alguma coisa?
(ou talvez tu e o teu antecessor saibam; e isso é muito pior)

A menina que ficou sem recreio por não saber a tabuada dos 7

A Leonor, à excepção de uma fraca caligrafia, é uma aluna exemplar do 3.º ano de uma escola básica do concelho de Gondomar. Tem um comportamento excelente, Muito Bom em todas as disciplinas e presença assídua no «Quadro de Honra», «Quadro de Distinção» ou lá como chamam a essa coisa parva de distinguir uns alunos em detrimento de outros em função de números.
Num determinado dia de Dezembro, a Leonor ficou sem recreio. Porque na aula desse dia não soube dizer de cor a tabuada dos 7. E ficou a escrevê-la no caderno durante todo o intervalo de meia hora.
A Leonor está na escola, como todos os meninos da sua idade, das 9 até às 17.30. Frequentemente, ou seja, quase todos os dias, leva TPC que lhe dão para mais uma hora. Quando acaba de fazer os trabalhos que pelos vistos a professora não foi capaz de ensinar durante um dia de mais de 8 horas, está na altura de jantar. E logo a seguir, de dormir.
A Leonor tem 8 anos. É uma criança. Tem direito a brincar. A ser feliz. A fazer um intervalo de 30 minutos numa incrível jornada superior a 8 horas.
Mas uma coisa é certa. Se ainda houver instâncias superiores conscientes no sistema de ensino português, a Leonor não voltará a ser alvo de uma medida destas, que não tem qualquer fundamentação pedagógica.
Infelizmente, o mesmo não se poderá dizer de muitas outras crianças. Essas, porque não têm a sorte da Leonor, continuarão a ser vítimas de quem pensa que dar aulas hoje é como dar aulas há 50 anos.

May Day

img_5057

Retiram-se voos aos aeroportos de Porto e Faro para os concentrar em Lisboa. Estoura-se artificialmente a capacidade do aeroporto da capital, para depois vir afirmar que é preciso fazer um novo.

Este assunto deveria ser mais debatido, para ninguém ficar a pensar que estamos de regresso à corrupção do cimento.

Ao cuidado do país governado por bloquistas e comunistas

marcelo

Estamos a terminar um ano caracterizado por uma procura de serenidade, diálogo e apaziguamento, fundamentais para o rigor financeiro e estabilidade social, sem a qual não há estabilidade financeira e política. O objetivo? Aumentar a esperança dos portugueses.

Marcelo Rebelo de Sousa, antigo catavento de opiniões erráticas, actual Presidente da República de Portugal.

Foto: Gerardo Santos/Global Imagens@Diário de Notícias

O crime que compensa

gs2

Cartoon via NBCnews

Em Janeiro, o Goldman Sachs pagou mais de cinco mil milhões de dólares para encerrar um processo instaurado pelas autoridades norte-americanas, por ter burlado milhares de investidores com produtos financeiros tóxicos, que estiveram na origem da crise financeira de 2008, a tal que afundou a economia mundial, Portugal incluído, e que geraram lucros incomparavelmente superiores para o banco de investimento. Moral da história: se fores um banco, daqueles mesmo grandes, o crime compensa. No limite pagas uns trocos para serenar a justiça, que é tua amiga mas tem que manter as aparências, e não se fala mais no assunto. Ou não andasses tu a financiar presidentes e políticos por esse Ocidente fora. [Read more…]

Os Boys

Os Boys - Série da RTP

Documentário sobre os bastidores da política em Portugal: 😉

Ligações para a primeira época:

Poema de Natália Correia dedicado à Juventude Popular do CDS

15590385_10208434226234009_7671530197999961189_n

Já que o coito – diz Morgado –
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou – parca ração! –
uma vez. E se a função
faz o órgão – diz o ditado –
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.

Natália Correia – 3 de Abril de 1982 (detalhes)

Há um padrão nestes betinhos da jota do CDS.