Pai Natal Costa

Pai Natal Costa

Clique para ampliar

A imagem diz tudo. A maioria das empresas paga mais do que o salário mínimo nacional, pelo que, para estas, o desconto na TSU foi uma verdadeira prenda de Natal, como lhe chamou Jerónimo de Sousa.

E que empresas são estas? Todas as que tenham trabalhadores especializados e outras, surpreendentemente, também. O Dinheiro Vivo contactou algumas empresas em Janeiro deste ano e concluiu que a IKEA Portugal, o Lidl, o Grupo Jerónimo Martins, o Grupo Dia, o Grupo Aki e Grupo Lena (maioritariamente) pagavam, nessa data, acima do salário mínimo. Para cerca três quartos dos empregos em Portugal, a baixa da TSU traduziu-se num saldo muito positivo, se não mesmo num autêntico desconto.

Com efeito, o governo agradou aos gregos quanto ao salário mínimo. Que se lixem os troianos.

Comments

  1. Benjamin Campos Ferreira says:

    Abaixo os patrões!


  2. Donal Trump:”Um Natal e Ano Novo sem “presidentes””

  3. Rui Naldinho says:

    Nem todos são iguais. Há gente com poder, que vive nesta vida com sentido de responsabilidade.
    Independentemente dos “pecados” que todos nós cometemos, este também terá os dele, não deixa de ser considerado um bom exemplo de empr Dário com responsabilidade social.

    https://tugalandia.net/rui-nabeiro-patrao-nunca-despediu-nenhum-funcionario/

  4. Paulo Só says:

    Eu acabo de ler no Libération uma entrevista da Cecilia Malström, comissária do comércio, que diz que em Bratislava só pediram a suspensão das negociações do TTIP a Alemanha, a Áustria, a França, a Bélgica, o Luxemburgo e a Holanda. Os restantes pediram que continuasse. Eu gostaria que o governo português explicasse aos eleitores quais as vantagens para Portugal desse tratado. Até hoje só se ouviram patacoadas.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.