Bernie Sanders votou a favor da mudança da embaixada para Jerusalém

Na passada quarta-feira, o presidente Donald Trump reconheceu Jerusalém como capital de Israel e anunciou a mudança da embaixada americana de Telavive para a “cidade santa”.

A Lei 104-45, de 8 de Novembro de 1995, do Congresso dos Estados Unidos da América, ordena a transferência da Embaixada dos Estados Unidos em Israel para a cidade de Jerusalém. Esta Lei é conhecida como “Jerusalem Embassy Act of 1995”.

A Resolução 176 do 115º Congresso dos EUA, com data de 5 de Junho de 2017, estabelece no seu nº6 que “reafirma o “Jerusalem Embassy Act “de 1995 (Lei 104-45) como Lei dos Estados Unidos da América, e ordena ao Presidente dos Estados Unidos e a todos os responsáveis públicos do Governo americano que actuem de acordo com esse princípio”.

O Senador Bernie Sanders foi um dos 90 senadores que votaram favoravelmente a Resolução 176, a qual não obteve qualquer voto contra e registou apenas 10 abstenções.

Acordos comerciais? Vamos lá fazer acordos comerciais!

 

Bernie Sanders, esse perigoso comunista, quer acordos comerciais benéficos para todos e não apenas para Wall Street e para as grandes multinacionais. Um radicalismo, um ultraje, uma pouca-vergonha. Ainda bem que Hilary conseguiu a nomeação democrata e que Trump ganhou as eleições, ou o mundo seria um lugar muito mais perigoso com um terrorista destes aos comandos da superpotência.

That`s why Donald is a Trap

A eleição de Donald Trump é, até pela extensão do significado que tem além fronteiras dos EUA, matéria para todos os receios.

Todavia, convém não esquecer que Trump foi eleito e pelo mesmo sistema eleitoral que antes elegera Obama e, antes deste, Bush Jr., e antes deste, Bill Clinton, etc.

Continuo convencido que a eleição de Trump também se deveu, e muito, a uma  má escolha chamada Hillary Clinton. Fosse o adversário Bernie Sanders, e estou em crer que Trump não estaria na Casa Branca.

Mas foi como foi, e deu no que deu. E Trump o que está a fazer é nada mais do que tentar cumprir o que prometeu. E espero que continue a tentar (mas sem conseguir). Pela simples razão que quanto mais tentar cumprir o que prometeu, mais norte-americanos perceberão o erro que foi elegê-lo. E nestes incluo empresários e banqueiros, que não querem arriscar o fim do multilateralismo comercial e financeiro de que depende fortemente a economia norte-americana e o próprio dólar. Para não falar do mal-estar das relações entre os EUA e seus aliados e parceiros económicos, como é o caso do México e da Austrália, que só prejudica os negócios. Bem como com um dos seus maiores credores internacionais: a China. [Read more…]

A “denúncia da mundividência maniqueísta”

que remonta, pelo menos, ao Jardim do Éden, foi o truque que levou o apparatchik dos Democratas americanos a boicotar Bernie Sanders, o único americano capaz de derrotar Donald Trump. Foi essa hermenêutica da História que elegeu o actual Presidente dos EUA.

God Bless América

Rui Naldinho

O carater vitorioso de uma candidatura é determinado, mais pelo conjunto de interesses que ela consegue aglutinar à sua volta, do que pelas ideias propostas ao eleitorado.

[Read more…]

Bernie Sanders

bernie_sanders_smile_wave_ap_img

“Milhões de americanos registaram o seu voto de protesto na última terça-feira, expressando a sua oposição feroz a um sistema político e económico que coloca a riqueza e os interesses das grandes corporações acima dos interesses do povo americano. Apoiei Hillary Clinton com grande empenho, fiz uma intensa campanha em seu favor, e acreditava que ela seria a escolha certa no dia das eleições. Mas Donald J. Trump ganhou a Casa Branca porque a sua campanha retórica obteve grande sucesso junto de uma população legitimamente revoltada, na qual se encontram muitos americanos que tradicionalmente votam no partido Democrata.

Estou triste, mas não estou surpreendido, com o resultado. Para mim não é surpreendente que milhões de americanos tenham votado no Sr. Trump por estarem fartos e cansados do status quo económico, político e mediático.

[Read more…]

Hillary quê?

A campanha de Bernie Sanders já chegou cá (twitter e facebook em português).

%d bloggers like this: