Porque é Abril!

 
Porque é Abril e aproxima-se o dia mais belo da democracia portuguesa, aqui no Aventar vamos seguir o bom exemplo de Maria João Pires nos tempos do «5 Dias» e consagrar o mês que hoje se iniciou à Revolução do nosso contentamento. Um «post», pelo menos um, evocará diariamente a memória do 25 de Abril. Um dia que está bem vivo no coração de todos aqueles que amam verdadeiramente a liberdade e a igualdade. Um dia que, infelizmente, está morto e enterrado para aqueles que detêm e que detiveram o poder em Portugal nos últimos 35 anos.
Convém não esquecer todos os heróis que lutaram pela liberdade. Convém não esquecer todos os parasitas que viveram e vivem à custa de uma liberdade conseguida por outros. E enchem a boca com a palavra liberdade e com a palavra Esquerda! Convém não esquecer todos os execráveis energúmenos que não descansaram enquanto não despedaçaram as conquistas de Abril. Tenhamos momentos de lucidez suficientes para denunciá-los.
Sabem de quem eu estou a falar. E nós, aqui no Aventar, também sabemos. Haverá surpresas em breve.
(imagem retirada de in wehavekaosinthegarden.blogspot.com)

Comments


  1. Sempre a falar do sistema, Ricardo. Era do sistema, não era? Aquela coisa do “sabem de quem eu estou a falar”… confunde-me sempre.

  2. Ricardo Santos Pinto says:

    Pois. Mas ao contrário do outro, eu digo sempre os nomes.

  3. Luis Moreira says:

    Hoje almocei na A25A.Vou lá de quando em vez.E sou sócio, uma modesta forma de ajudar a manter viva a associação.Rodeado de “Capitães de Abril”.Alguns já se foram.A maioria está aí para as curvas.Vai sair um livro a contar o que foi a vida do Coronel vasco Lourenço, durante aqueles anos de brasa.A não perder.Lá para o dia 27 de Abril! Embora haja muita melancolia e desencanto, todos estão orgulhosos da Democracia !


  4. Caríssimo Ricardo, que venha a lista de nomes, dos que silenciaram as conquistas dum mundo diferente e inédito, onde a igualdade fosse a palavra-toque (e não a actual retórica vazia da “liberdade e democracia”). Por mim, proponho que encabece a lista, nem mais nem menos, o conhecido socialista Mário Soares, aquele que, de facto, pôs um ponto final na transformação social colectiva que ia (e muito bem) evoluindo em festa, Soareso termidoriano por excelência.Um abraço, Ricardo.

  5. Ricardo Santos Pinto says:

    Obrigado pela visita, Carlos. Volta sempre.Cá estarei para aventar o nome dessa gente toda. Abraços.

  6. maria monteiro says:

    «Aquele que na hora da vitóriaRespeitou o vencidoAquele que deu tudo e não pediu a pagaAquele que na hora da ganânciaPerdeu o apetiteAquele que amou os outros e por issoNão colaborou com a sua ignorância ou vícioAquele que foi “Fiel à palavra dada à ideia tida”Como antes dele mas também por elePessoa disse.»Sophia MBreyner (poema a Salgueiro Maia)Para que nunca se perca a memória de Abril ousando sempre defender a liberdade.

  7. Luis Moreira says:

    Maravilhoso,Maria! Conheço alguns capitães de Abril desde criança.Não têm um tostão a mais por terem feito o 25 de Abril!