Memórias da Revolução: 22 de Abril de 1974

Ontem, o «Jornal de Notícias» noticiava um pavoroso incêndio na Reitoria da Universidade do Porto. «Um pesadelo enquanto a cidade dormia». Do Salão Nobre e do Arquivo Geral, só restam cinzas. Da primeira página, pouco mais há a reter, a não ser uma pequena referência ao almoço em Belém dos membros do Governo com o chefe de Estado.
Hoje, 22 de Abril de 1974, continua sem se saber a origem do fogo que destruíu parte da Reitoria da Universidade do Porto.
No Campeonato Nacional de Futebol, Benfica e Setúbal apertam o cerco ao líder Sporting. Yazalde e Dinis, lesionados, não vão a Magdeburgo.
A nível internacional, sobe a cotação de Miterrand na campanha para as eleições francesas. A Gioconda está no Japão. 10 segundos é quanto cada visitante tem para olhar para ela, tão grande é o número de curiosos.
Faltam 3 dias para a Revolução.