ETICA E EDUCAÇÃO (3)

ETICA E EDUCAÇÃO (3)

Considerações sobre Educação

Alguém disse que a educação de uma criança começa cem anos antes de ela nascer. Isto dá-nos a ideia de que a educação não é uma conquista individual mas geracional. Ensino e educação são conceitos diferentes. No ensino organiza-se uma série de actividades didácticas para ajudar os alunos a compreender áreas específicas do conhecimento. A educação procura integrar o ensino e a vida, o conhecimento e a ética, a reflexão e a acção. É já um lugar-comum dizer-se que a educação não deve ser entendida como mera transmissão ou aquisição de meios e conhecimentos para qualquer fim, nem pode ser apenas a corrida para atrelar o homem a uma profissão. A educação deve ter como finalidade, para além da profissionalização, todo um processo de consolidação de valores e capacidades intelectuais e afectivas que permitam a cada indivíduo conquistar a sabedoria para lidar correctamente com as diferentes circunstâncias que a vida lhe vai apresentando. Ninguém pode considerar desnecessária a qualificação profissional, mas esta não pode depender, exclusivamente, da rígida exigência de determinadas habilitações específicas, como acontece hoje em variadíssimos campos, uma espécie de visão unidireccional do entendimento, redutora da estruturação do homem e da grandeza de estar na vida. Só a formação global permite, ao desenvolver todas as capacidades intelectuais, humanas e sociais, dar a mais ampla dimensão à sua competência profissional. Já é, também, um lugar-comum a célebre frase de Abel Salazar: quem só sabe de medicina nem medicina sabe. (Continua)

                     (manel cruz)

(manel cruz)

Deixar uma resposta