O debate Francisco Louçã – José Sócrates. «E não me faça essa cara que não vale a pena»

O primeiro-ministro portou-se melhor do que eu previa e o máximo que conseguiu foi fazer caretas a Francisco Louçã.
«E não me faça essa cara que não vale a pena».
A frase retrata todo o debate e representa a clara vitória de Francisco Louçã perante um primeiro-ministro nervoso e entalado por quatro anos de governação falhada. Sempre com um sorriso nos lábios, Louçã atacou forte e marcou pontos em todos os temas. Quanto a José Sócrates, foi-se defendendo e pouco mais. Como sempre, a culpa é da crise internacional. Como se os seus três primeiros anos de Governo tivessem sido muito bons! Engasgou-se com os contentores da Liscont e o ajuste directo de 100 milhões de contos é perfeitamente normal…
Só o final, com Francisco Louçã a dar uma mãozinha a José Sócrates por causa de Manuela Ferreira Leite e da Madeira, é que não percebi. Venham as eleições… e as coligações!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.