Cavaco vai falar ao país amanhã

Finamente, parece que Cavaco vai falar ao país acerca do caso das escutas.
Lembro-me daquela vez em que, a meio das férias, também decidiu falar ao país. Será que vai demitir o Governo? Será que tem cancro? O que será que vai dizer? Afonal, tratava-se do transcendente caso das escutas dos Açores.
Em relação à declaração de amanhã, já conhecemos o tema. Mas o que será que vai dizer Cavaco? Peço desde já sugestões aos nossos leitores. Mas cá para mim, há várias hipóteses:
– Vai dizer que desconfia há algum tempo da existência de escutas e que encarregou o seu «staff» de saber mais sobre o assunto. Infelizmente, nunca pensou que chegasse à imprensa e por isso demitiu Fernando Lima.
– Vai dizer que nunca desconfiou de escutas e que tudo, mesmo o mail, é pura invenção da imprensa. Afinal, nunca demitiu Fernando Lima.
– Vai dizer que fez tudo para beneficiar o PSD, porque é o seu Partido. Por isso, renuncia ao cargo.
– Vai dizer que fez tudo para beneficiar o PS, porque, vencendo o PS, torna-se mais fácil a sua reeleição. Por isso, renuncia ao cargo.
– Vai dar os parabéns a José Sócrates pela vitória de ontem.
– Vai dar os parabéns a Paulo Portas pela vitória de ontem.
– Vai escarnecer de José Sócrates por não ter alcançado a maioria absoluta.
– Vai pedir a demissão de Manuela Ferreira Leite.
– Vai anunciar que convidará Manuela Ferreira Leite e Paulo Portas para formarem Governo.
– Vai suicidar-se em directo, ou, em alternativa, cortará a mão com que escreve, a direita.

Comments

  1. Carlos Gomes says:

    Dirá Cavaco: Estou a ouvir mal. Um dois experiência. José Manuel Fernandes, está a ouvir-me? Ó Lima, o gajo do Publico não me ouve. Dá lá um salto. O Socrates ouve-me? Não? Escuta-me! Tenho esta voz rouca porque não me escutam. Isto é, escutam-me, mas não me ouvem. Portugueses, escutam-me? Ouvem-me? Não? E, ao menos, vêem-me? Tenho um belo penteado, não tenho? Quanto às escutas, não percebo o alarido, só quero um aparelho novo, com toques polifónicos. Disseram-me que o SIS tem uns em conta. Não tem? Tenho de ir à Sonatone? O Público nao vende disso? E aquele tipo que foi comigo à Madeira há dois anos? Era mudo? Ia fazer linguagem gestual para chamar nomes ao Jardim sem ele dar por isso? Ó Lima, era isto que devia dizer aos portugueses? Não? Ou quê? Viva Portugal. Viva o Publico. Viva e electrónica. Fernando Lima, ainda aí está? Ouves-me, um dois. José Manuel Fernandes, ouve-me? Quer que mande por email?

  2. isac says:

    Acho que não vai dizer nada de especial. Não falar nas “escutas”. Vai só dar os parabéns ao PS pela vitória e pedir aos partidos da oposição, “estabilidade governativa nos tempos difíceis que correm para o nosso país”. Vai apelar ao voto nas próximas eleições autárquicas e para ninguém fazer confusão com as legislativas. No fim vai rematar com qualquer coisa como “os portugueses podem ter a garantia que as instituições democráticas e da justiça estão de boa saúde e a funcionar bem e tratarão destes “casos” na devida altura.”

  3. maria monteiro says:

    espero que não se esqueça de feriado (1semana) para as festas de Maio e ainda com direito a transportes gratuitos para as deslocações