claude lévi-strauss em trabalho de campo

Claude Lévi Strauss, trabalho de campo no Brasil, 1933
Claude Lévi Strauss, trabalho de campo no Brasil, 1933

Foi o único trabalho de campo  que realizou durante a sua vida, em Goiás, Matto Grossoe Paraná, Brasil Central, resultando no  famoso  livro: Tristes Tropiques, Plon, 1955, no qual define a melhor ideia da sua vida: apesar da diversidade, todas as culturas apresentam pontos comuns e semelhantes,   nomeadamente quanto ao etnocentrismo.

Este poste é tão só uma nota de louvor para o grande sábio que, pela primeira vez em 102 anos, não passa o Natal connosco.

Mas, o trabalho não foi nem calmo nem sereno. Jovem como era, percorreu uma série de etnias do Brasil, aprendeu magia e a trabalhar com o corpo. Foi esta a experiência que o levara a formular teoria antropológica, a um literato, folósofo materialista e musicólogo. Os anos não passam em vão. Era assim quando o conheciVer imagem em tamanho real e assim será como o vou lembrar…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.