Símbolos, soberania e a espuma dos dias

Muito se tem falado de bandeiras a propósito da ostentação da bandeira monárquica, primeiro na CML, depois no alto do Parque Eduardo VII.

Segundo o Público “A Comissão de Utentes do Centro de Saúde de Valença está a mobilizar a população, através de SMS, para colocar, na próxima terça-feira, em todas as janelas da cidade uma bandeira espanhola.”.

O artigo em questão conta, à hora a que escrevo, com cerca de 170 comentários. Há-os de todas as sensibilidades e tendências. Mais do que o texto, os comentários reflectem a forma como franjas representativas  da população olham o estado actual do país, os seus símbolos, os seus representantes e a sua soberania. “Se o Dantas é português eu quero ser espanhol”, dizia Almada de Negreiros no seu Manifesto Anti-Dantas. Se me derem mais qualquer coisinha eu quero ser espanhol, dizem hoje muitos portugueses. Retrato de um país estilhaçado e de um povo à deriva.

Referência também no Tvi24.

Comments

  1. Luis Moreira says:

    Tens razão, nunca o país esteve nesta situação…

  2. Talvez... says:

    Se os habitantes preferem mudar de nacionalidade em vez de mudar o País pelas próprias mãos, então, o País não deixará de ser o que é.


  3. Pois é e a manipulação é de tal forma nítida, que a gente de Valença ainda não percebeu que está a fazer precisamente o que a superestrutura política de Lisboa quer: a integração.
    Ofenderiam muito mais o poder central, se usassem um ou dois neurónios. Ou querem que vos dê “irritantes” exemplos tão actuais? Não vale a pena estar sempre a puxar a brasa à sardinha.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Símbolos, soberania e a espuma dos dias: Muito se tem falado de bandeiras a propósito da ostentação da bandeira mo… http://bit.ly/cI1Rq2 […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.