Seja um empreendedor Dr. Mexia!

Se é justo porque será que nós portugueses pagamos a electicidade mais cara da Europa?

É que a empresa que dirige é um monopólio, ou perto disso, faz o que quer e sobra-lhe tempo. Nestas condições, o que se esperava, é que o preço da electricidade baixasse, ao menos para o nível  das suas congéneres europeias já que cá em Portugal não tem com quem se comparar.

Mas mesmo que a EDP fosse um caso exemplar a que título é que ganha 8 000 euros à hora e não ganha 10 000? Ou vinte mil? Ou 5 mil ? ou  mil? O seu vencimento foi -lhe atribuído porque quem lho pode atribuir ganha muito mais do que ganharia se estivesse num mercado competitivo, concorrêncial e onde não convivesse com todas as mordomias que o estado concede à sua empresa.

Mas há uma maneira honesta e séria de saber se ganha ou não um vencimento justo. Saia da empresa e permita que o seu sucessor transforme aquela empresa de categoria mundial, numa empresa de vão de escada. Já viu o que seria todo um povo a pedir-lhe para voltar?

E, entretanto, vá para um país a sério, que não tenha 2 milhões de pobres, um país onde as regras são iguais para todos, onde a sua empresa pode falir ou pode mudar de mãos mais rapidamente do que o tempo que demora a contar o dinheiro ao fim do mês. Enfim, um país que não seja o mais injusto da UE, onde a diferença entre o que ganha e o que ganham milhões de outros seres humanos, não seja a maior de todas.

Ou então, Dr. Mexia, em vez de se deitar numa cama feita por muitos antes de si, tenha uma ideia inovadora, arranque com uma empresa do zero, detecte um produto ou um serviço de que ninguem se lembrou, arranje mercado, resolva os problemas técnicos, durma mal porque tem que pagar aos fornecedores, enfim seja um empreendedor. É uma pena que um homem com as suas capacidades que merece ganhar um vencimento obsceno, se perca numa empresa que qualquer um é capaz de gerir.

Vá para fora, Dr. Mexia ! A glória, espera-o !

Comments

  1. Jorge says:

    Boa malha.

    Isto é o que tenho tentado dizer e ainda referi ao comentar que este Inverno (e nos anteriores) morreu gente com frio, outros intoxicados por CO2 e outros até em incêndios provocados por lareiras e braseiras por não poderem usar uma simples escalfeta para se aquecerem, tal é o preço a que está a electricidade.
    Isto para os domésticos, porque a industria queixa-se do mesmo.
    ser gestor de uma empresa em que é só subir os preços para obter mais lucros, não custa nada. Difícil é mudar de poleiro e demonstrar que se é bom em qualquer lado.
    Mas não, quem tem cu tem medo e tacho é melhor que esforço a sério.
    Mas este craque dos tachos não está sózinho, pode levar com ele os do gás e da galp. Pelo menos ficávamos aliviados e a saber que um tal Jorge Armindo que era um gestor de categoria na Portucel, afinal cá fora, nem com a massa do sogro consegue fazer andar alguma coisa. Foi a Cintra, agora é um casino.
    Que vão mas é todos dar uma volta e não apareçam senão quando os voltarmos a chamar.

  2. Adão Cruz says:

    Bem atestada Luis. Estas são as células cancerosas deste país carcomido e mentalmente raquítico.

  3. Carlos Fonseca says:

    O problema ‘Mexia’ é que, de facto, mexe com muitos e de forma obscena. E ainda mais: ou se é amigo do Mexia ou da ética. Das duas coisas, em simultâneo, é impossível.

  4. Luis Moreira says:

    Se são tão bons arrisquem o seu dinheiro em vez de arriscarem o nosso!

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Seja um empreendedor Dr. Mexia!: Se é justo porque será que nós portugueses pagamos a electicidade mais cara da Eu… http://bit.ly/bXy0oi […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.