As tripas do Kinay

As tripas do Kinay

O cozido à portuguesa estava bom. Mas não foi o cozido á portuguesa que me levou ao Kinay neste domingo primaveril. Eu ia de olhos fitos nas tripas à moda do Porto, as tripas do Kinay, as melhores tripas do Porto e talvez do mundo. Não havia tripas! Hoje não há tripas! Segundo ouvi da boca do Toni, desde há pelo menos quinze anos que as tripas do kinay nunca faltaram ao domingo. Dizia-me o amigo Zé: hoje toda a gente cai em cima de mim! Pudera, Zé! Não se rompe assim com a tradição. Ainda vão dizer que foi consequência da visita do papa! Sei lá!

O que é certo é que atrás da minha mesa estava um sujeito, quarentão de grandes bigodes, daqueles cujas lágrimas escorrem pela face com o prazer da comida, envergando uma T-shirt cor-de-rosa com grandes letras douradas dizendo “New York City”, e que se lamentava da seguinte forma: antes preferia perder um dedo, daqueles que não fizessem muita falta, do que perder as tripas do Kinay. É assim uma coisa a modos que uma “nega”! Bem, esta última sensação já não é para mim um bom ponto de referência, mas que fiquei chateado fiquei! Valeu-me o amigo Zé, ao prometer que para a semana as tripas voltarão para nunca mais se evadirem. Quem quiser que apareça.

Comments

  1. graça dias says:

    em lisboa não há tripas.
    só mesmo no porto. independetemente de ser no kinay, com papa ou sem papa?

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: As tripas do Kinay: As tripas do Kinay O cozido à portuguesa estava bom. Mas não foi o cozido á portuguesa que me … http://bit.ly/bjVNwg […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.