John Lennon, nem o FBI o esquece

Comemorar-se-á amanhã e não hoje como o ‘Google’ anuncia o 70.º aniversário do nascimento de John Lennon, essa figura intemporal, membro de outro ícone lendário dos anos 60, os “Beatles”.

Irreverente, activista pela paz e contestatário da guerra no ‘Vietname’. Justamente por ser adversário dessa ignóbil agressão dos EUA, o FBI acaba de apreender cartão com as impressões digitais de Lennon. Alega o FBI que a apreensão faz parte de uma acção de investigação póstuma sobre John Lennon. Em estado de degeneração acelerado, os EUA ainda se consideram senhores do mundo. Coitados. Olhem para as desgraças sociais em que estão mergulhados. Nem Obama lhes consegue valer.

Eu, por mim, através da canção ‘Imagine’, com letra de sua autoria, presto homenagem a Lennon, assassinado por um esquizofrénico, em Nova Iorque, a 8 de Dezembro de 1980.

Viva Lennon! Abaixo o FBI! 

Comments

  1. Absinto Muito says:

    Hoje também fizemos uma homenagem ao John, se puder visite o nosso blog e deixe um comentário! http://absintomuitorock.blogspot.com/

  2. carlos fonseca says:

    Para Absinto Muito:
    Já comentei e com imenso gosto. Um abraço.

  3. A. Pedro says:

    Depois de ler o artigo do I chego à conclusão que a investigação e julgamento do caso Casa Pia, por exemplo, foi célere.

  4. carlos fonseca says:

    O FBI é produtor de filmes intermináveis. Naquela casa, nunca se acaba a película nem outros materiais para dedicar a um só homem que seja.

Deixar uma resposta