As patranhas reaccionárias

(adão cruz)

Ainda com a presença na minha mente dos sujos e obscenos golpes da Venezuela e Honduras, bem ao estilo do imperialismo americano, e decorrendo de mais um miserável golpe na América Latina, no Equador, o meu pensamento voltou a escurecer e a enovelar-se num misto de raiva, revolta e indignação. [Read more…]

Portugal: golos e o regresso da seleção

Depois do interregno para aulinhas e preleções teóricas, passado o pesadelo do professor, eis-nos de regresso ao futebol como deve ser: selecionador em vez de professor, jogadores em vez de alunos. Agora o motor já tem turbo, não está afinado mas atinge rotações elevadas sem medo de tentar.

Não vou endeusar Paulo Bento – não seria a minha escolha para o cargo- mas vê-se que já existe mudança de atitude, vontade de jogar e, suponho, acabaram-se as desculpas esfarrapadas e as liçõezinhas de moral. Bem sei que não se deitam foguetes antes do apito final, que a bola é redonda e tudo pode acontecer. Escrevo este texto durante o intervalo, neste momento Portugal ganha por 2-0. Aconteça o que acontecer, ganhe ou perca, a seleção mudou, há velocidade, os jogadores ocupam as suas posições naturais, Carlos Martins e João Moutinho são finalmente titulares. Assim gosto mais, escusado era ter-se perdido o tempo que se passou em experiências pseudo-educativas.

John Lennon, nem o FBI o esquece

Comemorar-se-á amanhã e não hoje como o ‘Google’ anuncia o 70.º aniversário do nascimento de John Lennon, essa figura intemporal, membro de outro ícone lendário dos anos 60, os “Beatles”.

Irreverente, activista pela paz e contestatário da guerra no ‘Vietname’. Justamente por ser adversário dessa ignóbil agressão dos EUA, o FBI acaba de apreender cartão com as impressões digitais de Lennon. Alega o FBI que a apreensão faz parte de uma acção de investigação póstuma sobre John Lennon. Em estado de degeneração acelerado, os EUA ainda se consideram senhores do mundo. Coitados. Olhem para as desgraças sociais em que estão mergulhados. Nem Obama lhes consegue valer.

Eu, por mim, através da canção ‘Imagine’, com letra de sua autoria, presto homenagem a Lennon, assassinado por um esquizofrénico, em Nova Iorque, a 8 de Dezembro de 1980.

Viva Lennon! Abaixo o FBI! 

Bom Pobo do Porto:

Aqui ao lado chamaram “molhenga” ao nosso molho da nossa mui ilustre Francesinha!!! Não pode ser. Toca a invadir a caixa de comentários e restaurar a verdade! “bamo-nos a eles, carago!”

Agora vou-me. A caminho do Bufete Fase para deglutir a melhor francesinha do Porto.

Peticionar também é preciso

De facto, os diferentes painéis de comentadores televisivos convidados para analisar o chamado PEC III foram sistematicamente constituídos a partir de um leque apertado e tendencialmente redundante de opiniões, que oscilou entre os que concordam e os que concordam, mas querem mais sangue; ou entre os que acham que o PEC III vem tarde e os que defendem ter surgido no timing certo. Para lá destas balizas estreitas do debate, parece continuar a não haver lugar para quem conteste, critique ou problematize o quadro conceptual que está em jogo e as intenções de fundo, ou o sentido e racionalidade dos caminhos que Portugal e a Europa têm vindo a seguir, em matéria de governação económica.

Assinar

E também a não esquecer a Petição pelo  Fim da atribuição, antes dos 65 anos, das pensões de reforma aos detentores de cargos públicos e políticos, bem como da sua acumulação.

Leitura obrigatória:

Este texto de A. Nogueira Leite.

Deve ser engano

O Nobel da Paz é tantas vezes tão mal atribuído que quando acertam parece engano. Liu Xiaobo tem dedicado a sua vida a ser preso pelo regime fascista chinês, símbolo do capitalismo em ascensão.

Os senhores do novo império dominante ficaram furiosos. Azar o deles. Na China terão de aprender mais tarde ou mais cedo que o imperialismo tem pés de barro e não passa de um tigre de papel, por muito que o poder esteja na ponta da espingarda.

Descubra as Diferenças (2)

Vá, eu dou uma ajudinha:

À ESQUERDA:

1) o deputado goza de imunidade parlamentar;

2) abre a boca para dizer o que quiser – continuará a garantir a sua reforma dourada por serviços prestados à Ditosa Pátria que tais filhos tem;

3) chama-se Ricardo Gonçalves, é um deputado “da província“.

À DIREITA:

1) o peixe à direita vive num mundo só dele, não tem que trabalhar para comer;

2) abre a boca apenas para coisas estritamente necessárias;

3) chama-se Nemo, é um peixe-palhaço.

Cristiano Ronaldo já decidiu o onze titular para o Portugal – Dinamarca

Cristiano Ronaldo já decidiu qual será a equipa titular que vai defrontar a Dinamarca no importante jogo de qualificação para o próximo Europeu de Futebol.
Na habitual prelecção, antes do treino de ontem, Cristiano Ronaldo falou dos perigos do futebol dinamarquês, anunciou os onze jogadores que vão entrar em campo no Estádio do Dragão e gizou a táctica inicial. A um canto, Paulo Bento ia assentindo com a cabeça, como que concordando com tudo o que o «capitão» dizia.
Quase no fim da prelecção, num acto de extraordinária humildade, Cristiano Ronaldo chamou Paulo Bento para a sua beira e, dirigindo-se aos restantes jogadores, disse: «O Paulo merece toda a minha confiança».

Pragas salgadas, num Egipto perto de si


Lembram-se deste edifício na Duque de Loulé? Pertencia ao Departamento das Florestas, estava em perfeito estado de conservação e foi demolido em menos de uma semana. Inacreditavelmente, não foi incluído na lista do Inventário Municipal – o prédio/porcaria da SPA lá está, por incrível que vos possa parecer – e assim, a sua destruição não foi passível de discussão nos órgãos competentes da CML. Tal se deve dever ao desejo de rápida adequação aos “novos tempos”, até porque o casarão neo-medieval, era dos tempos da “ominosa monarchia”.

Foi susbtituído por este miserável monte de betão que como podem ver, nem sequer pode ser considerado como um “mérdico” trabalho de arquitectura. Uma caixa de sapatos com janelas abertas, tectos baixos e Pladur às toneladas, focos no tecto, uma grande garagem, lataria, pedra “fake” e vidralhada, é praticamente tudo o que haverá para ver. Tudo para a especulação. Ergueu-se pela intervenção do famigerado Fundo de Reconversão (!) Imobiliária BES, uma parte dos domínios do senhor Ricardo Salgado. O detentor da pasta do urbanismo/demolições em Lisboa, é o senhor Salgado (Manuel Sande). Uma dupla mais temível, do que todas as pragas do Egipto juntas e agravadas!

Salgado&Salgado. Entretanto, o arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles, já deve ter percebido com que tipo de gente, é administrada a Câmara Municipal de Lisboa.

O Diário do Professor Arnaldo (8 de Outubro)

Disseram-nos logo no início do ano que tínhamos de cumprir o programa em todas as turmas e que iam estar atentos.
Pois bem. Que estejam.
Reparei hoje que, numa das turmas em que o programa é mais extenso (7.º ano), vou estar 3 semanas seguidas sem aulas. Senão reparem: 24 de Novembro – Greve Geral; 1 de Dezembro – Feriado; 8 de Dezembro – Feriado; 15 de Dezembro – Último dia de aulas.
No fundo, para essa turma, as aulas do 1.º Período vão acabar no dia 17 de Novembro. Porque só os tenho uma vez por semana. Quando noutras escolas a mesma disciplina e o mesmo ano de escolaridade contempla 90 + 45 minutos por semana.
E depois querem que eu cumpra o programa…

história sintética da República do Chile

símbolo de uma República certa e serena, que sabe o que quer e debate como deve ser

 

…retirado do capítulo 4 do meu livro o crescimento das crianças…

As crianças crescem á medida que a memória social impinge a memória individual, isto é, a criança é o resultado do saber acumulado cronologicamente no tempo. No tempo em que a criança vive e no que os ancestrais andaram a viver, perto ou longe do tempo da criança. O saber é contínuo, embora conjuntural nas suas mudanças. O processo educativo que resulta da interacção de um mesmo povo, através da História, ou com outros povos através, também, da Historia, é o que faz o que eu sou.

A racionalidade da criança, indivíduo com uma epistemologia acumulada, é diferente da racionalidade cognitiva do adulto. O entendimento é diferente. As várias gerações que vivem dentro do mesmo tempo, têm experiências diversificadas, quer pelo ciclo, quer pelo tempo que a pessoa leva na História do seu ser social. Experiências que são emotivas, mas orientadas pela razão, porque a criança observa para calcular, e calcula.

Comparar três povos de diferentes línguas e experiências, não é simples, mas é um desafio interessante para quem trabalha os dados do quotidiano. Um quotidiano,

[Read more…]

A(s) Minha(s) Cantina(s) Durienses

O Correio do Porto simpaticamente publicou o meu texto que originalmente foi postado aqui no Aventar em Janeiro e adaptado esta semana para o Albergue.

O meu Obrigado. O Rui Paula merece!

Adenda: fico espantado com as mais de 600 visitas ao post do Aventar! Caramba, não era caso para tanto!