Indignados!

Pontos acordados do manifesto plural redigido durante a madrugada de 18 de Maio, na Puerta del Sol.

Os manifestantes, reunidos na Puerta del Sol, conscientes de que esta é uma acção em movimento e de resistência, acordaram declarar o seguinte:

  1. Depois de muitos anos de apatia, um grupo de cidadãos, de diferentes idades e extractos sociais (estudantes, professores, bibliotecários, desempregados, trabalhadores…), irritados com a falta de representação e com as traições levadas a cabo em nome da democracia, reuniram-se na Puerta del Sol em torno da ideia de Democracia Real.
  2. A Democracia Real opõe-se ao paulatino descrédito de instituições que dizem representar os cidadãos e foram convertidas em meros agentes de administração e gestão, ao serviço das forças do poder financeiro internacional.
  3. A democracia promovida a partir dos aparelhos burocráticos corruptos é, simplesmente, um conjunto de práticas eleitorais inócuas, em que os cidadãos têm uma participação nula.
  4. O descrédito da política trouxe consigo um sequestro das palavras, por parte dos que detêm o poder. Devemos recuperar as palavras, dar-lhes outro significado, para que não se manipule com a linguagem e não se deixe a comunidade cidadã indefesa e incapaz de uma acção coesa.
  5. Os exemplos de manipulação e sequestro da linguagem são numerosos e provam que se trata de uma ferramenta de controlo e desinformação.
  6. Democracia Real significa chamar pelo nome próprio a infâmia em que vivemos: Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu, NATO, União Europeia, agências de notação financeira, como a Moody’s e a Standard and Poor’s, Partido Popular, PSOE; mas há muitos mais e é nossa obrigação nomeá-los.
  7. É preciso construir um discurso político capaz de criar um novo tecido social, sistematicamente fragilizado por anos de mentiras e corrupção. Nós, cidadãos, perdemos o respeito pelos partidos políticos maioritários, mas isso não equivale a perder o nosso sentido crítico. Pelo contrário, não tememos a política. Tomar a palavra é política. Procurar alternativas de participação cidadã é política.
  8. Uma das nossas propostas principais é uma Reforma da Lei Eleitoral que devolva, à Democracia, o seu verdadeiro sentido: um governo cidadão. Uma democracia participativa. E, para além disso, exigimos um código deontológico aos políticos que assegure boas práticas.
  9. Fazemos finca-pé nisto: os cidadãos aqui reunidos compõem um movimento transgeracional, porque pertencemos a várias gerações condenadas a uma perda intolerável de participação nas decisões políticas que informam e moldam a sua vida quotidiana e o seu futuro.

(original aqui. tradução de Luís Bernardo, bastante revista em cousas de estilo, e não só: quando o povo aprova cidadãos, não se traduz por cidadãs e cidadãos. mania de mudar a linguagem antes de mudar a vida)


Comments

  1. Artur says:

    A Esquerda que se abstenha de meter a sua foice gulosa nestes movimentos, pois só os prejudicará.


  2. Claro Artur. Assim não sobra nada para a direita. Então os falangistas, gente de muito alimento…

    • Artur says:

      Bem sei que a tentação é demasiadamente grande para que a esquerda resista a não se aproveitar; mas a verdade é que tais movimentos só terão uma forte adesão e uma aceitação generalizada se no meio das manifestações não andarem por lá uns individuos com umas bandeiras do Che ou com o simbolo da marijuana. Esses movimentos não pretendem o fim do capitalismo nem mais democracia participativa. Pretendem é ter também acesso a uma fatia do capitalismo. A doutrina esquerda é incompatível com isso. Por isso a participação (não solicitada nem desejada) da esquerda não passa de parasistismo.


  3. E não resisto a meter aqui este tuíte:

    No dejéis que nadie se apropie de vosotros; yo lo que quiero es que vosotros os apropiéis de mí

  4. ANTONIO TEIXEIRA says:

    OLA BOM DIA PARA QUANDO UM MOVIMENTO DESTES NESTE JARDIM A BEIRA MAR PLANTADO,JA CHEGA DE TANTO FAZ DE CONTA.


  5. Não existem dúvidas que o sistema que nos rege está podre. É necessário um regime alternativo.
    Finalmente existe à nossa disposição um novo regime, composto por modelos económicos, politicos, sociais e juridicos.
    Ver site:
    http://www.ergonocracy.org
    Será esta a solução?

  6. Jose ferreira says:

    O povo portugues tem o que merece.CADA UM DE NOS QUEREMOS A BARRIGUINHA CHEIA HOJE SEM NOS LEMBRARMOS DAS DIFICULDADES DOS NOSSOS Filhos AMANHA.Somos o povo do Deixa andar,demasiadamente pacifico ,que para os nossos probelemas o visinho que faca alguma coisa.Nao haveria menos oportunistas no tempo de Salazar ?Menos politicos corruptos , muitos menos politicos sem vergonha a formarem empresas com responsabilidade do estado para seu proprio beneficio ,uma das maneiras de combatermos esta podridao e nas Eleicoes,mas nao podemos ir na historia de que nas Eleicoes e o momento de Justica ,porque podemos votar em diferentes partidos ,eles Sao todos iguais ,portanto eu vou votar em quem se Sao todos iguais?nao voto em nenhum,enquanto o sistema nao mudar nao dou o Meu voto a ninguem.Se voto quero conhecer em quem voto.Nao em alguem que nao conheco isto na base de Deputados que e o principio da Casa da demucracia ,deputados escolhidos pelo povo nao por quem esta interessado que tudo continue como esta.povo a pensar e nao se deixar ludribiar.

  7. Jose ferreira says:

    A Venda da TAP .
    Uma companhia que ja devia ter Sido privatisada ha ja muito tempo.
    Uma companhia como esta nao pode ser , numca alguma coisa contrulada por sindicatos e trabalhador es so porque sabem que aconteca o que acontecer os seus ordenados estao sempre protegidos mesmo que tenha que ser paga por alguem que nunca pos um pe num Aviao isto e o CoNTRIBUINTE ,so quem trabalha nela e e I responsavel tem medo da privatisacao e assim competir com as outras.

  8. Jose ferreira says:

    Isabel dos Santos
    So os demagogos podem criticar , podem estar em desacordo com os negocios de Isabel dos Santos em Portugal!Tomara Portugal mais 20,40,ou 50 Isabel dos Santos trazer ao Pais o investmentos que esta mulher nos tem dado , Isabel Dos Santos abra fabricas um Portugal o povo agradece. , esqueca os demagogos !!!!!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.