Renegociação da dívida, mais uma voz

Enquanto por cá se instala o novo governo, se apresentam malabarismos vários e se jura a pés juntos que Portugal não reestruturará a sua dívida, crescem, noutras paragens, as opiniões de que tal será uma inevitabilidade.

Agora foi a vez de Mohamed El-Erian, CEO da PIMCO, o maior trader de títulos do mundo. Segundo ele a dívida grega é demasiado grande para permitir crescimento, situação que intoxicará o resto da economia europeia, comparando a situação a uma bola de neve que rola encosta abaixo, aumentando de tamanho e de velocidade de forma cada vez mais desordenada.

Assim continuamos a actualizar a lista de vozes que defendem – ou vêem como inevitável – e renegociação das dívidas dos países europeus intervencionados pela troika:

PCP

BE

Boaventura Sousa Santos

António Nogueira Leite, dirigente do PSD, economista

Thomas Mayer, economista-chefe do Deutsche Bank

Alberto Garzón Espinosa, Conselho Científico da ATTAC Espanha

Paul Krugman, Prémio Nobel da Economia

Wolfgang Schauble, ministro das Finanças da Alemanha

João Duque, Presidente do ISEG

Nouriel Roubini, economista

Mohamed El-Erian, CEO da PIMCO

Comments

  1. Pedro M says:

    Devia acrescentar o nosso actual Ministro da Economia, esse “perigoso demagogo de ideias de extrema-esquerda” que já várias vezes no passado defendeu a reestruturação, não sei a cantiga agora é outra.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.