A RTP e a privatização

O presidente da Entidade Reguladora da Comunicação Social defende, em entrevista ao Expresso, que uma possível privatização da RTP empurraria os outros operadores privados, SIC e TVI para uma concorrência feroz, não em busca do lucro, mas da sobrevivência. O responsável defende a manutenção do serviço público em tempo de crise económica e social. [no Público]

Como há dias escrevi, o papel do Estado não é garantir que o mercado dos privados existe. Isso é problema de quem investe. Mas ao longo dos anos temos visto justificado o persistente fecho do mercado de TV à conta do argumento “o mercado não chega para todos”. Esta lógica até se aplica quando em causa nem sequer está o limitado espectro radio-eléctrico, como no caso do cabo. Prova suficiente que as TV querem é proteccionismo, uma espécie de mercado farmacêutico dos remédios audiovisuais.

Se Passos continuar com a sua ideia de privatizar a RTP pode ter a certeza que SIC e TVI lhe moverão uma guerra sem quartel por causa do aumento de concorrência no mercado publicitário. Rapidamente, a agenda dos media se sobreporá à agenda do país.

Comments

  1. Manuel Guimarães says:

    então, se bem entendi, vou continuar a subsidiar a RTP para que a SIC e a TVI não tenham prejuízos?
    É que a mim, como por certo a muitos outros, tanto faz ter 100 canais como 98.

    • Miguel says:

      Pois a mim não é mesma coisa ter 4 canais ou 2 (ainda por cima sendo estes dois, a SIC e a TVI, medíocres).

  2. José Pinto says:

    A RTP esturra 1 milhão de Euros por dia. Esse milhão vem do estado, dos nossos impostos. Para privatizar, querem dizer dar esses trezentos e tal milhões a privados para o “serviço público” de TV (não sei o que é, mas ouço falar)? Se for para isso, tanto vale privatizar como deixar estar. Agora se cortarem nesse “subsídio” à RTP, não tornará a concorrência mais feroz no sector, com ou sem privatização? Não andam (parece-me ser mais isso!) os privados SIC e TVI à caça dos milhões do “serviço público de TV” para eles próprios?
    E a “concorrência feroz pela sobrevivência”, competem em busca de quê dinheiro ou audiência?
    Qual a lógica de manter uma RTP dispendiosa é dócil que poucos vêem só para não afrontar a SIC e TVI?!
    Para mim, preferia que me livrassem da RTP do que me tirarem o subsídio de Natal, mas são ideias…

  3. joão says:

    Se não privatizarem a RTP, privatizem pelo menos o malato, a catarina furtado e outros tantos… deixem só a sónia araújo que é jeitosa

  4. antonio seguro says:

    O governo não tem coragem para privatizar.
    O povo tem fome