A Ler:

Numa altura em que tanto se fala sobre maçonaria. Numa altura em que tantos falam sobre maçonaria. Nada como ler uma entrevista do Prof. Adelino Maltez:

As coisas humanas, mesmo as que procuram o sagrado, tanto degeneram como se aperfeiçoam, tal como cada um de nós cai e se levanta. A perfeição apenas reconhece que cada um deve reconhecer a respectiva imperfeição para que possa procurar a perfeição. Segundo uma alegoria maçónica, chama-se a isso trabalhar a pedra bruta, para depois a polir e permitir a construção do templo interior.

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Quem escreveu escreveu bem e bonito- Mas esse processo nem sequer precisa de organozações suporte dessa evolução – muitos outros caminhos podem ir dar a Roma e nem sei se os Rosa Cruz lá irãoi-Ir vai-se, mas talvez que a pertença ou frequência de contactos com uma “instituição” permita mais concreta consciência dessa evolução

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.