Barcelona – Real de Madrid, os deuses andam loucos

É oficial: anda tudo doido, até os deuses. Caso contrário o Real de Madrid tinha ganho ontem em Barcelona, no final de um jogo fantástico em que humilhou o Barcelona e mandou o tiki-taka às urtigas. Ontem quem fez tiki-taka foram os olhos dos jogadores do Barça, trocados pela velocidade dos jogadores do Real. Velocidade mesmo, diga-se, jogadores a correr com a bola nos pés, em vez daquela coisinha em que os catalães são mestres (e muito bons) com a bola a andar e os jogadores praticamente parados no campo como se fossem matraquilhos.

Se os deuses não andassem embrutecidos teria ganho a equipa que colocou mais alma em campo, que jogou mais bonito, que mostrou maior mobilidade, querer, vontade e raça.  Se os deuses tivessem visto o jogo, aquele pontapé de Ozil teria entrado. Se os deuses tivessem que ganhar a vida, premiavam os que jogaram melhor, os que jogaram mesmo, os que mereciam melhor sorte. Assim ficou a ganhar a equipa que, ainda que com nota artística, é perita a congelar a bola. Uma pena.

Comments

  1. marai celeste ramos says:

    Pois
    se os deuses não se portassem ainda pior do que os homens não é ??

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.