Volta TSU, estás perdoada

José-Manuel Diogo

O que é uma boa ideia? É aquela a que as pessoas queiram aderir. Se as pessoas não quiserem aderir já não é uma boa ideia.
Por isso é que uma “boa” ideia como a lei da TSU falhou. Porque não foi aceite por ninguém. Nem por aqueles que diretamente lucrariam com ela. E isto aconteceu apenas porque foi mal comunicada.
Se o governo tivesse, como mais tarde teve de fazer, anunciado o aumento do imposto aos trabalhadores primeiro, como uma coisa má mas inevitável, e a diminuição da taxa social única uns tempos depois, como uma coisa boa. Seria aplaudido de pé. Assim foi vaiado por todos.
A TSU tinha bondades óbvias. Como aliás se percebeu quando foi trocada pelo “enorme aumento de impostos”. Baixava os custos do trabalho, aumentava a tesouraria das empresas e por conseguinte a sua competitividade. Todos dizem, até os sindicatos, que a receita para o sucesso é aumentar a produtividade. Por isso a TSU era uma boa teoria. Mas a forma como foi comunicada transformou-a numa péssima ideia.
Até os patrões se viram obrigados de dizer mal de uma coisa de que era boa para eles: porque é impossível ter sucesso numa empresa contra as pessoas que nela trabalham e a narrativa escolhida para a TSU colocava o odioso da lei em cima dos empresários.
É através da boa comunicação que as boas teorias, e ás vezes até as más, podem ser percebidas como boas ideias. A história está cheia de exemplos onde isso aconteceu. Veja-se a forma como os nazis chegaram ao poder, fizeram a guerra, cometeram os crimes mais hediondos e arrastaram o seu povo para a desgraça.
O governo de Passos Coelho escolheu para comunicar a arrogância ou indigência(?) de um dos lugares comuns mais odiados pelo povo e do qual todos os líderes têm medo: o do Xerife de Notingham – aquele que roubava aos ricos para dar aos pobres. Toda a gente sabe como acaba essa história.

Publicado originalmente no Diário de Coimbra

Share this post on Delicious StumbleUpon this post Share this post on Digg Tweet about this post Share this post on Mixx Share this post on Technorati Share this post on Facebook Share this post on NewsVine

Comments

  1. JotaB says:

    Aumento dos Impostos versus TSU

    A taxa social única é uma contribuição para a Segurança Social. Para os trabalhadores, esta contribuição é de 11% e é descontada todos os meses do seu salário. As empresas, por sua vez, pagam 23,75% de taxa social única.
    Em Setembro último, o Governo apresentou uma proposta que consistia em aumentar a contribuição dos trabalhadores para 18% e baixar a contribuição das empresas para o mesmo valor, 18%.
    O governo acabou por deixar cair esta medida devido à forte contestação dos trabalhadores e também da generalidade dos empresários.

    Sendo estas contribuições destinadas à Segurança Social, não percebo o que esta medida tem a ver com o défice!
    Já percebo e isso era bem evidente, que havia uma transferência encapotada de dinheiro, dos bolsos dos trabalhadores para os bolsos dos patrões.
    Pretender convencer-nos do contrário, continuando a pretender estabelecer uma relação entre o aumento dos impostos e a tsu, é, no mínimo, esdrúxula!

  2. Amadeu says:

    Olháqui cianeto …
    Pronto, pronto. Já passou. Toma lá um caramelo.
    Eis a fórmula do ovni Diogo.

    As crises têm disto. O desespero leva alguns aos ridículo da insanidade de cometerem os mesmos erros à espera de resultados diferentes.

  3. Luís says:

    A “teoria” da TSU pouco teve a ver com o aumento actual dos impostos,( como agora querem impingir), pois apenas 500 milhões de euros iriam directamente para o déficit.
    A seguir viria a mesma carga de impostos que agora temos.
    Era um pack de austeridade de um mais um|.
    Discordo também do argumento da “má comunicação”.
    O que houve foi a iniquidade dos trabalhadores por conta de outrém receberem o salário no fim do mês e a Gestapo das finanças ordenar a esses trabalhadores que devolvessem 5,25% ao patrão ficando a Gestapo para si com 1,75% como comissão por “iniquidade prestada”.
    Sou daqueles que pensa que nós portugueses andamos a dormir embalados pelo futebol e obras de fachada, (pois se assim não fosse teríamos já numa democracia com conteúdo e não formalizada em partidos corruptos), mas penso que, apesar de ainda estremunhados, estamos a acordar para as trafulhices de uma quadrilha de malfeitores que foi eleita na base da mentira.

  4. nightwishpt says:

    Comparar a TSU e o nazismo é bastante acertado…

  5. Eduardo says:

    Não se percebe como é que ainda há quem pretenda confundir a questão da TSU com o aumento de impostos e em especial do IRS. A medida falhada sobre a TSU teria teoricamente a ver com competitividade – apenas 500 milhões de euros de efeito no défice – e seria sempre concomitante com o agravamento de impostos, porque em causa está precisamente o défice. A ter avançado, o factor trabalho pagaria o défice e a competitividade – juntando ao aumento de 35% no IRS o aumento de 60% na contribuição para a TSU – e não se percebe como seria isso social e economicamente possível! Mas enfim, se pretendem continuar a mandar poeira para os olhos … façam o favor de continuar.


  6. A grande conquista da Manifestação de 15SET2012 foi este O.E. 2013… 😎


  7. Sabe… acho que isto que se vive em Portugal é uma palhaçada.
    Porquê?
    1- Era a história do PEC4 e da “troika”, que seria gravíssimo para o país. Sócrates “caiu” por causa disto…
    2- “Caiu” Sócrates, entrou a “troika” e tudo aquilo que temos visto;
    3- Criticaram a TSU por ser grave, apareceram alternativas piores;
    4- Criticam as alternativas à TSU… certamente, novas alternativas às alternativas à TSU irão aparecer!

    Portanto, têm que se capacitar que, tudo o que contrariarem deste Governo, o que aparecer como alternativa será ainda pior!

    Melhor alternativa mesmo, é este Governo “cair” o mais rápido possível!

    Ainda ontem li que, do Governo, tudo o que estava no memorando foi violado pelo PSD e criticado pelo CDS/PP… Portanto, acho que melhor alternativa, só esta… mandar estes gajos todos para o olho da rua!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.