Ainda o jogar à Sporting

por António M. C. Carvalho

Os dois últimos jogos da selecção vieram confirmar a minha opinião sobre a qualidade do futebol praticado, em Portugal como no resto da Europa. Joga-se muito mal. Costumo desculpar os treinadores pelos maus resultados das suas equipas porque, como dizia o Zé Travassos, são os jogadores que andam no campo. São eles que falham, defendem e marcam golos. No entanto é muito grande a influência dos treinadores nos resultados e mais ainda na maneira de jogar da sua equipa.

Paulo Bento está para a selecção, como Sá Pinto está para o Sporting. Claro que, como é uma espécie de “funcionário público”, não será despedido. E não haverá razão para isso, porque qualquer outro que viesse só por milagre faria melhor. Lêem todos pela mesma cartilha, mesmo os que se consideram especiais.

Os golos sofridos pela selecção, nos dois desafios, muito provavelmente só aconteceram porque nenhum jogador sabe fazer a marcação homem a homem. E não sabe por não lhes ensinam e não treinam.

Por outro lado a penúria de golos é fatal, porque não sabem construir jogadas de ataque e quando por acaso a bola chega perto da baliza adversária também não sabem rematar. É confrangedor neste aspecto a aselhice de quase todos.

Por último, Cristiano Ronaldo. Não se lhe pode pedir que seja sempre a tábua de salvação da equipa. Por uma questão de feitio, pouco dado a sacrifícios (nesse aspecto é muito inferior a Messi), e também porque não há jogadas estudadas e treinadas que possam permitir o aproveitamento das suas qualidades, que as tem, embora muito empoladas por uma publicidade interessada e interesseira.

Resta-nos aquilo a que já estamos habituados… fazer contas e acreditar em milagres.

Comments

  1. Maquiavel says:

    Alguém viu o Alemanha 4-4 Suécia?
    Ina meu que grande jogo! E quando o grande jogo tem 8 golos, melhor ainda!

    Perder tempo a ver a “Seleção” [sic]?

    • António M. C. Carvalho says:

      Vou ver se consigo descubrir gravação. Estou curioso por ver como é que a selecção da Alemanha a 15 ou 20 minutos do fim deixa empatar o jogo. Sorte/azar ? ou a tal falta de marcação que eu não consigo compreender ?

      • António M. C. Carvalho says:

        … descobrir (sic)…

      • Maquiavel says:

        Näo foi sorte nem azar. Foi muito jogo.
        Havia marcaçäo homem a homem, mas os homens säo… humanos! Os alemäes dominaram o início, no fim estavam cansados. Os suecos descansaram de início, e depois cerraram os dentes e pressionaram. Simples.

        Aquele jogo parecia… um Benfica-Sporting dos antigos! Bem ao seu gosto! E meu! 😀


  2. Não sei se o que ganham de ordenado + uns tostões de prémios tem influência no que jogam sem esforço em geral a não ser as equipes que de há mais tempo têm a tradição de ganhar e estar no topo como o caso do Barça e do Manchester – Portugueses não têm brio em coisa nehuma – não têm estimulo nem são estiulados – Recordo que no cinema por exemplo ou até na canção urbana – só quanto começou a haver os Globos de Oiro de saiu do anonimato e indiferença – Ninguém vise sem estímulo nem a admiração de alguém – Há quanto tempo Portugal entra nos Jogos Olímpicos e desde quanto é notado ?? Se calhar só quando abriu as portas a campeonatos internacionais passando pela vela e atletismo e ciclismo começaram a pensar que se não ficavam em 1º lugar ficavam perto – Nas Escolas médias e universidades qual o estímulo que se dá aos alunos para serem bons ?? Nem quadro de honra havia – abriu-se a europa e lá vão a concursos e até ficam bem premiados – mas há tão pouco tão pouco tempo – portugal nunca deu valor a ninguém – não há orgulho nem de ser português nem ter “nome” nos podium aqui e acolá – ninguém cresce sem ser olhado e estimulado para retirar de si o melhor que tem – é só o desenrasca e trabalhar para o “10” e ainda esse estímulo vem do próprio nem sei como mas nem sequer de outro lado além de que a inveja é atributo naconal
    E estará talvez neste caso o sporting que desde há anos por um plano inclinado com as trafulhices até dentro da sus estrutura – nem os Sás Pinto tranquilos e educados e esforçados sem gritos nem culpando “os outros” não é apreciado – ainda se é tão primário – Com a entrada na CEE aconteceu o melhor mas igualmente o pior – e nasceu o chico esperto com mais força do que o que se destaca mas “não é visto” – não sei que digo mas o país é de um atrazo assustador em termos de comunidade que seja acarinhada por cada um dos que deve e à custa disso vive mas “ignora” – Até o ciclismo – há tanto tempo que há ciclismo mas só agora sai da obscuridade – e quem fala dos seus heróis e os impede de cair no esquecimento e me te em limbos ?? Mas quando a futebol parece que Portugal é uma nursery de jogadores que são os melhores do mundo e daqui saem vendidos como vacas e matéria de troca, como tem dos melhores treinadores do mundo, mas quem sabe o seus nomes e onde andam ? Só há os “concursos” dos Big Brother e outras merdas e os Toca a Mexer e depois para que serve isso se pode haver, a par, outros programs, que se sabem fazer (e tanto prémio já até de TV) mas não dão continuidade a tal qualidade e fica-se pelo “herói” ocasional
    E há tanta cantora lírica premiada em Bruxellas ou algures e onde estão ?? ou meninos que vão pra a Escola de Bllet de Kiev e quan fala deles ou procura saber como andam ?? Porrugal faz “treinados” a vulso e deixa-os ir sem lhes ter dado nada nem os querer para aqui fazeram “escola de valores” – nem a orquestra sinfónica Nacional tem directores ortugueses e poquê ?? A joana Carneiro a 1ª maestrina teve de ir para os USA ?? pois que vá – mas que volte e faça algo aqui – pois até foi aqui que estudou se calhar de borla com dinheiros colectivos – por onde andam os craques de portugal nas ciências e artes e desporto, miúdos e graúdos e que “discípulos” fazem ?
    Quem tem uma escola de dança num barracão pré-fabricado (Principe Real) ou desfaz o Ballet Gulbenkian, o que quer dizer ?? Desperdiça-se a criatividade e grandeza que em vez de se fazer desmultiplicar, se abandona à sua sorte – Quantas medalhas de ouro ganharam os portugueses no Salão de Bruxelas de inventores – quem industrializou e comercializou os seus inventos ?? É um país de invejosos ou de desleixados ou de indiferentes ou de quê ??
    Nem as ruas da cidade se lavam nem a bela arquitectura secular que bastaria caiar se dá valor parecendo uma cidade velha mas pobretana em vez de luminosa e orgulhosa da sua beleza – nem os chafarizes têm água e são caixotes de lixo e de latas de cerveja – que cidades a não ser Roma tem xafarizes como Lisboa e até provincia ?? onde o “progresso se manifesta” apenas no betuminoso e rotundas e mamarrachos de betão nas dunas de Vila do Conde e Quinta do Mocho ?? Quem dá valor à Tobis e aos Conventos e Igrejas e Castelos e os restaura e dá nova função turistica e cultural ?? Quem mete em cemitérios os eléctricos que em S. Francisco são ex-libris e aqui se deitam fora bam como os mais velhos combóios da Europa que são preciosos e querem TGV – quem destrói o velho museu dos Coches e lhes ´d um mamarracho moderno à baira da estrada mais poluída de Lisboa -. avª da India e não lhes permite melhor ?? onde está a informação turistica na NET do melhor de Porrugal sendo que tem, apenas, os restaurantes e basta ?? Porque na NET não se fz programa para publicitar toda a riqueza que se tem em vez das porcarias que não valem nada ? Portugal é governado por patos bravos e seus filhos que até já são eng e arqt mas sem cultura ? nem ponta de orgulho do e no país em que nasceram e “lá fora é que é bom” Vá lá já se vai à Feira de Madrid e do Livro na Alemanha mas quem sabe e como se anuncia o retordo do acontecimento ?? na TV – ?? só futebol e meninas e anroscarem-se no varão do striptease em lena hora nobre das TV ??

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.