Que vão gastar o dinheiro público de lá

Projecto da energia das ondas em risco de ir para Espanha.  Pode ser que arranjem 1 milhão, 250 mil euros para 3 meses de funcionamento.

Comments

  1. Maquiavel says:

    Neste momento näo há dinheiro do Estado para estas coisas. Pois até nem aprovaram mais uns incentivos à inútil “barragem do Foz Tua” no valor de… quantos foram?

    Mas parece que há interessados no privado, só que Na energia das ondas, acrescentou, há quatro multinacionais interessadas em investir e não podem fazer “por faltar assinar um papel”. Os espanholitos agradecem (olé!).

    Quanto se gasta por mês em carväo e petróleo para produzir energia em Portugal? É assim täo pouco? Os preços do carväo e o petróleo estaräo porventura a baixar?

    Gostei da ideia da Turbina Maremotriz!

    • jorge fliscorno says:

      Tretas. Isto é o lobby do experimentalismo com dinheiro púbico. Se é assim tão bom, onde é que está isso noutro lado?

      E isso do a Tua é outro buraco.

      • Maquiavel says:

        Jorge, dir-me-às que tecnologia inovadora foi implementada sem período de testes, e dessas qual deu lucro no curto prazo.

        Já agora, viste a bandeirinha da UE no placar? Pois, é que suspeito que esses 1.250 milhöes de euros tenham vindo de Bruxelas, e entregues através da APE. Näo é “dinheiro dos contribuintes portugueses”. Como nos projectos Leonardo da Vinci, nós sabemos que o dinheiro vem da UE, embora seja entregue por uma agência nacional.

        Agora, o projecto parou porque o Banco que o financiava faliu. Daí para a frente foi a burocracia que impediu que continuasse. A 2.a parte da reportagem é elucidativa.

        Repito: a espanholada é que agradece: terá a tecnologia e o know-how implementados localmente, quando for para expandir conta para o PIB deles, e quanto mais näo seja teräo energia limpa para alimentar a sua renovada rede ferroviária (especialmente as LAV).

        • jorge fliscorno says:

          Isto das ondas nunca será tecnologia que vingue. Por exemplo, a malfada barragem do Tua produziria 600GWh por ano e a máquina Pelamis de Peniche produziria cerca de 1 GWh ano.

          Se vem dinheiro da UE? Isto são dois mitos. Por um lado, há sempre participação nacional. Por outro, se vem para este projecto não vai para outros.

    • José Antunes says:

      A barragem da foz do Tua só é inutil para quem estiver completamente a leste. A leste não, que parece que as únicas pessoas que se opõem a ela são aquelas cujo pensamento foi formatado bem lá a leste.

      • Maquiavel says:

        Completamente a leste… da barragem? 😀

        Completamente a leste está V. Exa., que ainda näo percebeu que 90% dos portugueses está contra aquele aborto. Mas os factos säo coisas que näo assistem aos “Antunes” de Portugal.


  2. Não me parece feliz (??) o mar cheio de merdas como as actuais para produzir energia – já bastam as eólicas – isto não é solução para nada – há mais danos e custos do que benefícios e o clima e paisagem e animais da terra e do mar agradecem não haver dinheiro paraos matar- iluminem-se a candeia de azeite – nem tudo o que é moderno é bom – que o diga o Irão e os que o combatem


  3. Para não falar na fiscalização e manutenção – morte ainda das paisagens e dos animais da terra e do mar e da navegação marítima – mas há tanta solução sem ser este desmantelamento mental – fazer por fazer é mesmo dos tempos actuais – sem pensar a longo prazo – sem saber o que é preciso antes de decidir – como Tua para não ir mais longe – as universidades por onde andaram estas pessoas não sabem onde estão e como sempre não contabilizam os valores da natureza (incluindo beleza que é sempre rentável) versos modernidades – o que seria eólicas nas Ondas de Peniche e o sur mundial que vem em pªeso para o País – sem ter de fazer nada – há coisas que valem mais do que os “freeport” (cm ou sem ladrões) – a cidade já não penda – ARROTA (como demais engorda e o cerebelo é negro)
    alumiem-se a candeeiro de petróleo ou azeite – que gente que tanta universidade tem mas é desmiolada – os meninos ontem atá berravam para ter passe universitário – por mim andem a pé – copiam e empinam e falam uma merda e só têm direitos – emigrem para a universidade de Cambridge que ainda funciona bem – vão aprender onde ainda se ensina – aqui já não há quem saiba ensinar nada a ninguém
    –sic – china e as novas oportunidades e transformações na demografia e mudanças na relação com o ocidente – andam todos a ir para o litoral e fogem do campo ordenados na china interior são pagos mais 10% e os da indústria pagam melhor – e a china obriga os que entram a ter alta tecnologias – querem sectores de ponta ++ etc a cadeia logística da globalização – etc -ne europa há empresas que se safam com protecção dos governos mas a competição é feroz – vemos na europa que há muita dificuldade em criar novos empregos e aumentar dívidas públicas – preciso de mais dinheiro para inovar e crias Silicon Valleys – criar emprego e cadeias logisticas e a Nokia é actualmente a melhor depois de ter ido abaixo – NOVO mundo (cão)

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.