A sustentada procura do poder

Como superar o problema (stress entre classe docente?)

Reduzindo as turmas para um limite de 20 alunos; dando espaço e tempo para os docentes prepararem aulas na escola; dotando as escolas com psicólogos; dando estabilidade aos docentes, pois muitos não sabem se terão emprego no ano seguinte. Os docentes precisam de sentir confiança de quem governa e da sociedade.

Entrevista a João Grancho, então presidente da Associação Nacional de Professores, Correio da Manhã, 22 Abril 2011

Uma citação entre tantas outras possíveis. João Grancho acaba de ser nomeado Secretário de Estado do  Ensino Básico e Secundário. O seu curriculo omite quantos anos esteve destacado na Associação Nacional de Professores, uma micro-organização para-sindical criada, como muitas outras, precisamente para livrar os seus dirigentes do suplício de terem alunos.

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    A isso chama-se “tacho” ou uma PPP do ensino ?’ Deve ter uma designação clara – ou lugar inventado para dar ordenado a amigo ?’

  2. Maquiavel says:

    O Presidente do “sindicato amarelo” dos professores foi nomeado Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário?
    Está aqui está o João Proença nomeado… Ministro do Trabalho!

  3. margarida soares franco says:

    Ele não vai ser o Ministro, mas Secretário de Estado e não é por 70 anos…até pode ser só por uns dias ou meses. Eu não queria este cargo com tanta responsabilidade, nem sendo paga a peso de ouro !!!!!

  4. Ana Maria Gomes says:

    Não lhe invejo o cargo!!!Imensa responsabilidade.

  5. antónio manuel says:

    Vespas. Tudo que mexe, voces atacam.

  6. Lídia says:

    Vamos ver se se confirma o “ditado”. Para se estar no governo é preciso ser mentiroso!

  7. almaria says:

    Este vai de tachos a panelas…
    Antes da ANPEB, andava pelo CAE do Porto
    Tudo lhe serve para fugir a uma sala de aulas…
    Enfim, era só uma questão de tempo.

Trackbacks


  1. […] escrevi sobre a sua sustentada procura do poder,  quando tomou posse. […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.