O pormaior

Ainda não li o segundo relatório que em poucos dias desmonta a utopia de uma escola privada, cuja razão de ser é o lucro, ficar mais barata que uma escola pública, que se destina a ensinar, o que já não é pouco. Porque “foi demasiado tempo para a coisa em si“, e pelo passado de alguns dos seus membros, suspeitava-se que ia sair logro: felizmente que não foi assim, e honra aos seus autores por isso mesmo.

A partir deste momento é uma arma de peso para que os professores da minha cidade exijam a justiça a que têm direito, mesmo sabendo que isso afronta o pior dos poderes locais. Também é para isso que pago quotas a um sindicato que em tempos bem o tentou fazer, sofrendo as consequências.

Agora ele há pormenores muito pormaiores em que alguém já reparou:

por que razão um relatório com data de 31 de agosto só é divulgado a 21 de novembro?

Fica para já a dúvida se entretanto não tentaram fazer outro.

Comments

  1. edgar says:

    O lucro faz parte do ADN do sistema e, com o tempo, vai alastrando aos organismos e dominando tudo. O sistema passa a viver unicamente para o lucro, para a acumulação, custe o que custar.
    Nunca pensei que viesse a assistir a uma tão rápida e tão grande transferência de riqueza para o sector financeiro e os grandes grupos económicos e de encargos e prejuízos para os que vivem do resultado do seu trabalho.

Trackbacks


  1. […] dia é uma encomenda que rebenta nas mãos do bombista – o MEC faz a encomenda do estudo e afinal a conclusão é […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.