Castro Almeida a Primeiro-Ministro


É do PSD. Tem feito carreira política naquele partido. Tem uma licenciatura conseguida com o esforço que fazem todos aqueles que necessitam de trabalhar para pagar as suas despesas e ao mesmo tempo pretendem prosseguir os seus estudos, aka trabalhadores-estudantes.
É autarca de S. João da Madeira desde 2001.Tem feito na «sua» casa aquilo que todos os autarcas e, sobretudo, os sucessivos P.M.’s portugueses deveriam ter feito. Ao tornar-se Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, herdou uma dívida de 25 milhões de euros. Brevemente será apenasde 10 milhões.
Numa época de tanto aperto, Castro Almeida consegue baixar as despesas da autarquia sem despedir funcionários, aumentar os investimentos sem entrar em acordos absurdos que mais tarde custam caro, reduzir ao IMI e dele isentar imóveis durante oito anos. Reduz ainda as rendas sociais dos idosos com mais de 65 anos e aumenta o apoio social em 18%, além de reforçar em 120% o Programa de Emergência da Acção Social. Tudo para garantir que os seus munícipes sejam mais felizes e permaneçam naquele território, em vez de serem convidados a emigrar. Não terá sido por mero acaso que São João da Madeira recebeu o prémio de Melhor Município para Viver, em 2010.
Agora pergunto-me, como é que com um homem destes, com um tão bom gestor, foram buscar uma espécie de ilusionista que só sabe tirar coelhos da cartola? E tirar-nos os nabos da púcara? Irra!!!
Se este Senhor for candidato, votarei nele para Primeiro-Ministro, contrariando toda a minha tendência de voto desde que me conheço como eleitora.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: