Porto de Leixões continua em Alta – Obrigado Grevistas

OBRIGADO GREVISTAS
A greve que os portos nacionais têm vindo a implementar desde há quatro meses e que têm provocado grandes prejuízos à economia nacional, tem sido uma mais valia para o porto de Leixões que como se sabe não tem aderido a essas coisas.
Assim, nos dois últimos meses, o número de camiões que vêm carregar e descarregar contentores a Leixões, aumentou em cerca de dez mil a já alta média de trinta mil ao mês.
Só se lamenta que esta situação seja temporária, já que para bem do País, estas greves deverão acabar rapidamente.
Obrigado grevistas!

Comments

  1. nightwishpt says:

    Não fazer horas extraórdinárias é tão grave que mereça engajmento à força?
    E obrigado áqueles que aceitam receber cada vez menos para servir de exemplo aos nossos patrões?

    • luis pereira says:

      Quando “6 dúzia de gatos pingados vermelhos” não percebem que o mundo inteiro quer trabalhar e criar riqueza têm o que merecem, isto é, “quem não trabuca não manduca”, isto é, o porto de Lisboa que até 2012 era o maior de Portugal está a desaparecer no movimento de contentores, o que é 1 sorte porque na verdade a sua vocação comercial é receber os navios de cruzeiros pq a capital vive do turismo, deixem os contentores para Sines e Leixões e construam as linhas de mercadorias directa a Évora e Elvas e no norte entre Aveiro e Vilar Formoso para aumentar a competitividade da economia !

  2. Maquiavel says:

    A semana passada publicou um artigo em que lamentava a falta de tráfego em Leixöes…

    Esquizofrenia? Síndroma de Cavaco?
    Pura desonestidade intelectual, uma vez que continua a vomitar a ladainha da “greve”, quando sonega que é “greve às horas extra”?


    • Muito obrigado pelo seu comentário.
      Mais uma vez, contrariando o meu costume, vou responder.
      O artigo a que se refere dizia respeito à falta de tráfego oriundo da greve geral de 14 p.p., e não da falta de tráfego geral.
      Não sonego a informação de que a greve se refere às horas extraordinárias já que esse tipo de greve é do conhecimento público.
      Cumprimentos


      • Boa tarde, Eu sou uma das pessoas que aderiu a greve e não precisa agradecer, Bem ou mal os outros portos estão a defender aquilo em que acreditam,o porto de Leixões tem bastante trabalho e espero que continue a te-lo de futuro, Quando as pessoas crescem com o mal dos outros é uma qualidade que não admiro, e normalmente isso acontece por um período muito curto.

      • Maquiavel says:

        O estivador respondeu-lhe melhor que eu.
        Fique bem.


    • É que segundo a lei especial dos portos, as horas extraordinárias podem ir até 1500 por ano, ao contrário de todos os trabalhadores que só podem fazer 250h.
      Isto faz um 2º “turno” de 30h semanais, pagas a peso de ouro e que fazem os salários destes “desgraçados atingirem facilmente os 4000€ mensais.

  3. Pisca says:

    Quando se querem arranjar numeros a estupidez dá para tudo, se não vejamos:

    30 mil contentores, são 1.000 por dia, ou seja 41,6 contentores por hora, ou ainda 1,44 minutos para movimentar cada contentor

    Oh Magalhães aquilo não é o balde do lixo, é um bocadinho maior e mais delicado

    Quanto ao 2º turno de 30 horas, corresponde somando a umas normais 40, dá 70 horas por semana, a fazer aquele trabalho é diria um bocado dificil, não confunda com ,mandar postas de pescada na net

    Parece-me que andam aqui uns fulanos a falar de portos mas só devem conhecer o Porto do Dragão ou coisa assim, que dos outros nem o cheiro

    Dec.Interesses: não sou nunca fui, nem pretendo ser estivador

  4. luis says:

    Ainda há pouco tempo (cerca de 2 semanas) estive no porto de leixões e falei com alguém que lá trabalha. Essa pessoa é soldador e faz o seu trabalho debaixo de água, com todos os riscos associados. Sabe quais são as condições de trabalho? Recibos Verdes, sem qualquer direito laboral (a não ser trabalhar e não bufar). Devemos agradecer estas situações a quem? Aos idiotas que por ai andam? É este o futuro que pretendo para os estivadores? Tenha vergonha!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.