“Bilderberg: As minhas perguntas a Balsemão e a sua resposta”

balsemaoPerguntas InOfensivas

Por Marisa Moura

“Ontem enviei perguntas, por e-mail, a Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa (canais televisivos SIC, semanário Expresso, revistas Visão, Exame, Caras, etc.), fundador do Partido PPD – Popular Democrático (actual PSD – Partido Social Democrata), ex primeiro-ministro de Portugal, e um membro da comissão de direcção das reuniões Bilderberg, encabeçada pelo presidente do grupo financeiro dos seguros Axa e cujo chairman é o quase centenário David Rockefeller.

Copio abaixo o e-mail que enviei a Balsemão e a nota sobre a resposta que recebi:

Dr.  Balsemão,

Sou freelancer desde que saí do Grupo Impresa em 2010 e é nessa qualidade que lhe dirijo as questões que seguem abaixo, sobre a crise política do momento, o grupo Impresa e o clube de Bilderberg, às quais agradeço que responda logo que lhe seja possível, nas próximas semanas.

Antes, ainda uma obrigatória palavra sobre a minha saída do grupo Impresa. Demiti-me por razões que creio serem do seu conhecimento. Lamento ter saído por tais razões, lamento a forma como tive de sair e lamento ter-me visto obrigada a tornar pública a situação, bem como lamento a forma pela qual a tornei pública. Pauto-me exclusivamente pelos mais nobres valores de cidadania e ética profissional, pelo que a esses, e apenas esses, jurei lealdade. É sob esse mesmo compromisso que, por mais insólito que pareça, lhe dirijo hoje estas questões. Espero que compreenda e reaja em conformidade com essa compreensão enviando de volta respostas.

Com os meus sinceros cumprimentos e agradecimentos, aqui seguem então.

As questões: bilderberg

1 – Duas semanas após a reunião do clube de Bilderberg de Junho, em que o Dr. Balsemão levou Paulo Portas (CDS-PP, no governo) e António José Seguro (PS), a revista Exame entrevistou Paulo Portas, que é a capa neste momento em banca. Duas semanas após a entrevista Paulo Portas demite-se do governo e desencadeia eleições antecipadas nas quais Portas e Seguro são precisamente os melhor posicionados para ganhar. Quando Durão Barroso esteve consigo na reunião de 2003 o governo, por outras razões, também mudou. A revista Exame não costuma fazer capa com políticos, mas recentemente já fez duas. Compreende-se que seja a nova linha editorial resultante da nova direcção, mas ambas as capas são com membros centristas do governo (Cristas, primeiro, Portas agora). Destes factos se infere que neste momento a revista Exame (grupo Impresa) está a fazer campanha por Paulo Portas para as legislativas.

A [1ª] pergunta é: Que garantias dá aos leitores da Exame, e audiências dos demais órgãos do grupo Impresa, de que esta inferência estará incorrecta? Que garantias dá aos cidadãos portugueses de que os conteúdos que consomem, veiculados pelas revistas Exame e Visão, pelo jornal Expresso e pelos canais da SIC, cumprem estritamente os deveres constitucionais de Informar desta Democracia?

(se tem interesse neste assunto e quer conhecer as restantes perguntas, e o que respondeu Balsemão, pode ver o artigo completo (muito completo) aqui.

Comments

  1. nascimento says:

    Um dia se falara do queeste crápula fez em termos de assédio sexual….mas isso a puta da imprensa cala.Medo.Muito medo….

  2. nascimento says:

    Este não é um país só de famílias banqueiras….não.Este é um país de outras FAMÍLIAS….Soares, Belezas e afins…..querem mudar?Acabem com esta corja. Como,?De que modo for…


  3. Muito instrutivo. Obrigado e parabéns pela sua “coluna vertebral”. Só quero lembrar, aos mais desalentados, que por muitas reuniões e acordos secretos que façam, por mais planeamento estratégico de como usar a coisa pública em favor de uma minoria, a “multidão” existe, está viva, mais informada do que “eles” julgam e ás vezes prega-lhes umas partidas e vira o jogo de forma inesperada. Somos Portugal e não sobrevivemos tantos séculos por acaso. Haja esperança e inteligência.


  4. Onde é que a moça arranjou o e-mail do facho do Tio Sam Balsemão?

  5. mario soares says:

    ´Há muito deixei de ler tudo o pertence a esse aldrabão, mas convencido que é gente. É um exemplo de falso democrata só tem olhos para os seus interesses, é mais um…..

Trackbacks


  1. […] nenhuma. Perguntar-lhe o que quer que seja sobre esta organização terá o mesmo efeito que a tentativa frustrada da jornalista Marisa Moura em 2013: silêncio. O nível de sinceridade de Durão, a existir, nunca chegará a tanto. Para além de […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.