O Zé é jornalista?

A Sarah já fez referência ao assunto. Vale a pena ver o vídeo. De acordo com o Zé Rodrigues dos Santos, o Zé Rodrigues dos Santos é jornalista.

Mais abaixo, fica a opinião do Carlos Vaz Marques.

Se o José Rodrigues dos Santos é jornalista, eu quero ser operário metalúrgico. Se o José Rodrigues dos Santos é escritor, eu quero ser analfabeto. Se o José Rodrigues dos Santos é português, eu quero ser espanhol.
Disse ontem José Rodrigues dos Santos no lançamento – reles – de uma peça sobre os novos deputados eleitos: “O novo Parlamento terá muitas caras novas; o deputado mais velho [Alexandre Quintanilha, gay assumido] tem 70 anos e foi eleito – ou eleita – pelo PS.”

Comments

  1. Rui Moringa says:

    Era absolutamente dispensável a variação:Eleito, eleita.
    Não sei o que é um gay…

  2. Carvalho says:

    Este “jornalista” é pago com o dinheiro dos impostos dos contribuintes para discriminar os homossexuais? Para gozar com as pessoas?
    Vale mais um dedo do Homem inteligente e bom que Alexandre Quintanilha é do que toda a merda de Rodrigues dos santos que por aí andam a fingir que são gente!
    Puta que pariu este jornalismo de merda!
    Os livros deste palhaço vão já para a reciclagem!

    • Rui Moringa says:

      Ó Carvalho,
      Ainda te deste ao trabalho de os ler!
      Então não se vê que aquilo é posa pior do que a de cordel!?
      Estou pouco me importando para o que o papagaio diz.
      Fique descansado porque o Dr. Quintanilha está habitado a dedicar indiferença a quem lhe chama a atenção que ele vive com o Richard.
      Como se isto fosse assim tão importante!.
      Importante é a pobreza e sobretudo a de espírito..
      JRS é apenas um medíocre…

  3. Helder P. says:

    Que vergonha alheia. Eu defendo a RTP e o serviço público de rádio e televisão, mas com gente do calibre do Rodrigues dos Santos, do Paulo Dentinho, do Vítor Gonçalves e do António Esteves Martins a comandar a redacção do serviço público, torna-se difícil.
    Se alguém quiser fazer uma petição para a demissão do cretino, serei o primeiro a assinar. Isto não é jornalismo. Há diferenças de opinião, de ideologia, de valores até, e depois há o insultar pessoas em directo para milhões de espectadores, sem contraditório.

  4. Joao Jose Tavares Capelo says:

    Eu quero continuar como não residente em Portugal..

  5. joão lopes says:

    há sempre solução para tudo:vender o ze para o CM/mirone(ficará conhecido pelo “coiro” de apoio ao puffff…)


  6. Fosse este um país higiénico, e o personagem tinha de responder pelas suas afirmações.

  7. Sarah Adamopoulos says:
  8. JgMenos says:

    Uma boca foleira e dispensável!
    Subsiste ainda assim a circunstãncia de a gramática não ter ainda termos correspondentes aos progressos realizados em relação à dualidade de género primeva.

  9. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Aguenta … aguenta …

Trackbacks


  1. […] “A homossexualidade é um não-assunto? Uma relação amorosa que tem 34 anos é um assunto? Falar do casamento entre pessoas do mesmo sexo, num país que o permite, continua a ser importante? E num tempo em que começa a ser feio ser preconceituoso, os exemplos são importantes para quem? Estas foram algumas das questões que Alexandre Quintanilha e Richard Zimler se puseram quando ponderaram dar esta entrevista.” – Anabela Mota Ribeiro […]


  2. […] que às suas próprias fraquezas, atirar a primeira pedra. E os pedregulhos vão-se multiplicando. Nunca acreditei que houvesse intencionalidade homofóbica por parte de um apresentador de TV experiente. Quem percebe minimamente o funcionamento do […]


  3. […] o episódio dos paralíticos gregos e o da possível brincadeira à volta da sexualidade de Alexandre Quintanilha, há uma diferença: desta vez, José Rodrigues dos Santos (JRS) pediu desculpa. Justiça lhe seja […]


  4. […] os portugueses com alguns episódios dignos de registo. A fábula dos paralíticos gregos, a brincadeira de mau gosto que visou o deputado Alexandre Quintanilha ou a forma nada profissional ou ética como por várias vezes se referiu aos partidos de esquerda […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.