Um presidente zangado

Ainda não tinha ouvido Cavaco a dizer o que disse. Já conhecia o tom azedo da escrita, mas agora vi-lhe a zanga que lhe vai nas palavras. Cavaco ralhou. Só não espumou porque a declaração não foi longa o suficiente.

Eis, em 18 palavras, o discurso que criou a primeira crise política da presente legislatura.

discurso cavaco indigitação passos coelho

Tanta boca cheia de consensos e estabilidade, para agora ser um catalisador desta enorme divisão na sociedade.

Comments

  1. santos says:

    Como é possível que ainda ninguém tenha visto ?
    O PSD tem menor receita voto/euros do que o PS , logo será de concluir que o PS é o Partido mais votado .
    Também a analise da estabilidade de um futuro Governo foi feita pelo PR como lhe compete mas com a violação de Direitos Fundamentais constitucionalmente protegidos .
    Parece que a decisão do PR da nomeação do PM está inquinada por vicios de inconstitucionalidades
    v.g. por erro nos fundamentos de facto (o PSD ser o mais votado) e outras inconstitucionalidades por violação de Direitos Fundamentais na analise de uma estabilidade governativa .