António Barreto e o ódio primário anti-comunista

Barrete

Disse o douto académico, dono de um vasto e brilhante currículo, em entrevista à RTP:

Em 100 anos, nunca vi um partido comunista no poder que governasse com eleições livres, com partidos políticos, com liberdade de expressão, sem exilados, sem presos políticos.

Não admira que tantos à direita elogiem hoje António Barreto, homem que em tempos aparentava ser de esquerda. Que ele não se reveja ou sequer concorde com a ideologia comunista é algo perfeitamente normal. Apesar do ciclone fascista que ontem atingiu o nosso país, creio ainda viver num país democrático onde cada um (ainda) tem direito à sua opinião. Mas choca-me que alguém tão erudito, alguém que se dedica ao estudo sociológico, alinhe neste tipo de discurso sectário, quando o mais certo é serem do seu conhecimento a esmagadora maioria dos exemplos referidos pelo jornalista Paulo Pena no Público, exemplos esses que invalidam por completo a generalização simplista contida na citação transcrita, a soar a sound bite de direita. Será ódio primário anti-comunista? Se não é parece.

Foto@I

Comments


  1. Que valor opinativo pode ter a criatura:

    Foi militante do Partido Comunista Português entre 1963 e 1970 e, em Dezembro de 1974, aderiu ao Partido Socialista, sendo eleito deputado à Assembleia Constituinte, no ano seguinte. Foi membro do VI Governo Provisório, como secretário de Estado do Comércio Externo, e do I Governo Constitucional, como ministro do Comércio e Turismo, primeiro, e da Agricultura e Pescas, depois. Apoiou o projecto da Aliança Democrática, de Francisco Sá Carneiro, com o efémero Movimento dos Reformadores, criado com José Medeiros Ferreira e Francisco Sousa Tavares, em 1978. Em 1985 apoiou Mário Soares, no MASP I (Primeiro Movimento de Apoio Soares à Presidência) para as eleições presidenciais portuguesas de 1986. Entre 1987 e 1991 regressou ao Parlamento, como deputado à Assembleia da República, pelo PS. Afastou-se definitivamente do partido na década de 1990.

    Fonte: Wikipedia


  2. Duas notas biográficas apenas, para chatear o Barreto.

    1. Terminou a “brilhante carreira académica” como funcionário de um merceeiro do regime, nesse tanque-de-pensar chamado FFMS. E saiu antes do tempo, pois não cumpriu os objectivos, julgando que ia para lá mandar em vez de fazer o que lhe mandassem.

    2. Como sociólogo, o Boaventura Sousa Santos tem mais currículo do que ele.


  3. Espanta-me o que diz A. Barreto, em tom sério e grave, fazendo pausas como que a pensar no raciocínio retorcido que vem a seguir, como que a dar 1 ar de quem pensa muito e, quiçá, nunca tinha pensado lá muito no assunto.

    Espanta-me o A. Barreto ser sociólogo.

    Espanta-mo sempre que o oiço, tal a facilidade com que qualquer cidadão mais informado e que não seja sociólogo o pode questionar, frase a frase, linha a linha.

    Enfim, ainda a gente se espanta.
    O que não é mau sinal.

  4. luis barreiro says:

    Só espero que ninguém se lembre de verificar o que disse o jornal Público, pois apenas no chipre é que o pc esteve no governo sem ser em minoria. Ou seja o a direitalha não convém saber isto.

  5. Joam Roiz says:

    A evolução política natural do “coveiro” da Reforma Agrária. Como sociólogo, pouco mais é do que um medíocre “estatístico”.

    • ZE LOPES says:

      Ora aí está! Há muitos anos que este homem vive aterrado com a “realidade”. Tão aterrado está que não consegue balbuciar sequer uma interpretação minimamente coerente. É tudo estatística e conversa de café. É este o “currículo” que apresenta (atualmente em fascículos da Fundação Pingo Doce).

  6. ZE LOPES says:

    “Em 100 anos” “nunca viu”? Eh! Pá, não sabia que o homem estava assim tão velho! Temos que concordar que para um tipo com pelo menos uns 115 anos até está bem conservado! Deve estar é a custar uma fortuna é ao país, em pensões e outras coisas “insustentáveis”…

  7. joão lopes says:

    o barreto,com os comunas no poder …deixas de habitar zonas de conforto(e este é o teu verdadeiro medo) para dissertar sobre o sexo dos anjos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.