Nota-se um frenesim de esperança


DBRS preocupada com fraco crescimento e subida dos juros da dívida de Portugal“. É de registar o tom dos comentários na notícia. Haja esperança, ainda poderá haver um resgate que ponha fim a este governo usurpador e que permita ao ex-primeiro-ministro no exílio regressar ao poder. Será uma oportunidade de repetir a anterior receita de sucesso, equilibrando as contas públicas pelo combate às gorduras do Estado e sem aumento de impostos.

Haja esperança e ainda voltaremos ao desempenho económico sem par de 2015. Tudo pode acontecer e o diabo ainda poderá chegar a 21 de Outubro. Por isso, caros patriotas, vamos lá enaltecer a desgraça em que o país está e fazer como a Cristas quando há fogos: rezar.

Comments

  1. J.Pinto says:

    Espero bem que não haja outro resgate (a bem de todos e será sinal de que sabemos gerir o país sem ajuda de terceiros), mas se houver há muito que os culpados estão bem identificados: as agências de rating, os mercados e o neoliberalismo.

  2. J.Pinto says:

    Pois, mas aquela coisa que se chama moeda única já está cá há muito, Que me lembre, antes da moeda única já tínhamos chamado o FMI 2 vezes. Também teria sido por causa da moeda? Dantes também não tínhamos a tal “tudo menos moeda única” e também não soubemos gerir o nosso país…

    Por isso, a moeda única não pode servir de desculpa.

    • E porque foi chamado duas vezes? Com um défice da balança comercial sucessivamente negativo, é uma questão de fazer as contas até vez quando o dinheiro acaba. Ora houve ali aquele período fantástico do Cavaco que cimentou o país, ao mesmos tempo que acabava com o resto de produção própria, só não tendo desequilibrado as contas graças aos rios de dinheiro que entraram entravam diariamente. Mas, como sabemos, a culpa é dos xuxalistas. Unicamente dos xuxalistas.

      • J.Pinto says:

        Volta a enganar-se no discurso. Mas já é costume.

        Eu nunca disse que a culpa é dos xuxialistas ou dos pafiosos. É de todos os que gastaram mais do que deviam. De TODOS. Infelizmente, o j. manuel cordeiro é que tenta atribuir a culpa apenas a uma parte…

        Relativamente às contas externas, tem razão. Mas também não é único fator, uma vez que (mais naquela altura) o dinheiro veio para apoiar o Estado que estava falido….

  3. Martinhopm says:

    PàF que nunca mais! Deixaram o país de rastos e completamente armadilhado (quem vier atrás, que feche a porta!). Só fizeram sucata, claro que para o lado dos trabalhadores, dos reformados e do povo em geral, numa palavra, dos mais pobres, daqueles que não conseguem defender-se .

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s